Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Grande festa comemora 94 anos de emancipação de Orobó



Dentro das comemorações -que acontecerão de 02 a 04 de setembro - está   a *VIII Feira de Artesanato – “Mãos que criam, tecem, pintam e transforma Orobó tem”.

Localizado a cerca de 116 km de Recife, o município de Orobó, no agreste pernambucano, comemora 94 anos de emancipação política, neste domingo (11). Com aproximadamente 25 mil habitantes, Orobó é conhecida como a Terra do Frivolité (renda trabalhada com a arte de fazer nós). 

Para os 11 dias de festividades, a Secretaria Municipal de Educação organizou desfile cívico nas escolas da cidade e da zona rural. Nesta quinta-feira (01), as comemorações começaram bem cedo com a alvorada e hasteamento do pavilhão nacional com a participação da Banda Municipal Paulo Freire. Logo depois, foram realizados desfiles nas comunidades como: a escola municipal Antônio da Mata Ribeiro, no sítio Pirauá e nas escolas municipais São Geraldo e Jundiaí, no sítio Jundiaí. 

Segundo o prefeito de Orobó, Biu Abreu (UNIÃO BRASIL), as comemorações evidenciam o potencial que o município tem para a região. “Os oroboenses são trabalhadores, criativos, dedicados e reconhecedores de suas tradições. Momentos como este que exaltam a nossa “Terra do frivolité” serão valorizados e festejados sempre ``, enfatizou Biu Abreu.

O vice-prefeito, Lúcio Silva (MDB), convidou toda população de Orobó e região para celebrarem a data tão especial para o município. “E importante comemorar nossa independência com as pessoas que amam este município. Juntos garantiremos a dignidade deste povo trabalhando com serenidade e compromisso”, destacou.

Segundo o Secretário Municipal de Assistência Social, Breno Aguiar, a Feira de Artesanato foi criada em 2013 com o objetivo de divulgar o artesanato da região. “Esse ano na 8° edição tem uma megaestrutura com 85 stands, praça de alimentação, palco e passarela. Nossa Feira tem como destaque as artesãs - mulheres agricultoras e rendeiras que fazem o Frivolité e complementam a renda familiar com o seu belíssimo artesanato e total apoio da prefeitura”, ressaltou Aguiar. 

História

A cidade de Orobó nasceu por meio da ocupação de povos vindos do município de Paudalho, nos arredores de um bebedouro de animais, dando o primeiro nome ao local conhecido como Olho D’água das Bestas.  Pelas leis municipais nº 21, de 07-12-1914 e 47, de 16-12-1925, foi elevado à categoria de vila com a denominação de Queimadas, nome motivado em face dos incêndios que se verificaram nas proximidades. Até 1928, a vila pertencia ao município de Bom Jardim. No mesmo ano, o então governador Estácio Coimbra, elevou o local à categoria de cidade e só em 1938 a localidade passou a denominar–se “Orobó”, nome de um riacho, *afluente do Rio Tracunhaém que corta o município no sentido de oeste-leste.

*Confira a programação completa, card anexos:




Postar um comentário

0 Comentários