Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Limoeiro registra fortes chuvas em 2 dias



A cidade de Limoeiro, situada no Agreste de Pernambuco,  vem registrando fortes chuvas está semana e isto vem preocupando os  moradores das áreas de risco(serras e ribeirinhos). Vem chovendo em Limoeiro o esperado para dois meses (maio e junho). As fortes chuvas que caíram na cidade fez Limoeiro ficar em alerta vermelho segundo a APAC, pois a cidade já registrava mais de 100 milímetros cúbicos de água, o que é considerado muito para uma cidade pequena. Durante a sexta-feira (27) e o sábado (28) foram registrados vários pontos de alagamentos e dentre eles em frente ao colégio regina Coeli, que teve a frente da escola que fica na Avenida Severino Pinheiro tomada por água. Alguns bairros foram tomados pela água e pela lama, dificultando a saída dos moradores de suas casas. 

Na zona rural o lamaçal impossibilitou os moradores saírem de casa, deixando a feira livre com poucas pessoas, prejudicando os vendedores que registram vendas muito abaixo do esperado para o dia. Com o aumento da intensidade da chuva, os moradores da Serra do redentor e adjacências ficaram com medo de haver deslizamento de barreiras, mas graças a Deus nada houve e os moradores puderam se sentir um pouco mais aliviado. Como ainda é esperado chuvas para Limoeiro, estes moradores de certo modo ainda alimentam o medo de perder suas casas. O medo aumentou ainda mais quando estes moradores assistiram aos deslizamentos de barreiras na região Metropolitana do Recife. Com o solo encharcado a população destes locais torcem para que o sol possa aparecer e dar trégua a chuva que castiga várias cidade de Pernambuco.  Outra população que está bastante alerta e preocupada são os moradores do Bairro da Barriguda que fica situado as margens do Rio Capibaribe. 

Ontem e hoje, eles monitoraram por conta própria o nível do rio para saber se iria ou não alagar as casas de quem reside perto do rio. A água veio forte e saiu arrastando tudo pelo rio, levando com sigo muito lixo e entulho jogado pela própria população ribeirinha. O acumulo de água no Rio Capibaribe se deu em sua maioria por conta das fortes chuvas na região do Agreste. Surubim, Salgadinho e Passira, foram os municípios que contribuíram para o aumento no volume de água do "velho Capiba". Nas Redes Sociais vários vídeos foram compartilhados nos grupos do WhatsApp e nos vídeos era possível ver alguns bairros impossibilitados de passagem de veículos, como foi o caso do Loteamento santo que ficou tomado pela lama. Na comunidade Rural do Cedro algumas ruas alagaram formando um verdadeiro riacho. Em outras localidades o acumulo de lama e barro impossibilitou os carros Toyota de levar os moradores até a cidade. No Mendes o Rio Tracunhaém também causo medo, pois seu nível de água subiu muito além do normal, deixando a população um pouco preocupada, pois o medo da água adentra nas residências era muito grande, relatou dona Zefinha, moradora da comunidade. Que tal você falar como está o local que você? Use nossa caixa de pergunta ao final desta mensagem.

* foto montagem recebida via WhatsApp

Postar um comentário

0 Comentários