Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Dia Mundial da Saúde Digestiva: especialista enfatiza que bons hábitos alimentares é a principal forma de prevenção das doenças


As doenças gastrointestinais estão entre as principais causas de morte e atingem cerca de 20% da população mundial

 

No dia 29 de maio é comemorado o Dia Mundial da Saúde Digestiva. A data foi escolhida como marco para alertar e conscientizar a população sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce das doenças do aparelho digestivo. Segundo dados da Organização Mundial de Gastroenterologia, cerca de 20% da população mundial possuem problemas gastrointestinais. Dentre esses, pelo menos 90% das pessoas não procuram atendimento médico e recorrem à automedicação, o que não é recomendado.

 

As doenças do aparelho digestivo podem ter diversas apresentações clínicas e repercussões, como diarreia, prisão de ventre, infecções gastrointestinais, gastrite, apendicite, pancreatite, hepatites virais, cálculos da vesícula biliar, doenças intestinais inflamatórias, doença no fígado, entre outras, além das neoplasias de todos estes órgãos. “O aparelho digestivo é um dos maiores e mais complexos do corpo humano. Muitas são as doenças que podem acometê-lo devido à quantidade de órgãos que fazem parte desse sistema, como a boca, o esôfago, estômago, intestino delgado, grosso e o reto, além de estar ligado ao pâncreas e ao fígado”, explica Sérvio Fidney, médico cirurgião com especialidade em cirurgias do sistema digestivo.

 

Segundo o Ministério da Saúde, as doenças crônicas gastrointestinais estão entre as principais causas de morte. Alguns fatores podem influenciar no surgimento dessas doenças como o tabagismo, consumo excessivo de bebidas alcoólicas, maus hábitos alimentares e histórico familiar.  Para evitar o desenvolvimento de doenças gastrointestinais, é importante adotar uma rotina com hábitos saudáveis, como beber bastante água ao longo do dia, praticar exercícios físicos, evitar alimentos ultraprocessados que são ricos em açúcares, sódio, gorduras e conservantes, incluir alimentos com alto valor nutritivo, e ingerir probióticos que fortalecem os mecanismos de defesa do organismo.

 

“Realizar um diagnóstico de forma precoce é a melhor maneira de evitar complicações de qualquer doença. Quando sentir algum sintoma frequente, é recomendado que o paciente procure um médico e evite a automedicação. Alguns sinais como dores no peito, perda de peso sem razão aparente, dor ou cólicas no abdômen, náuseas e vômitos, distensão abdominal, azia, constipação, entre outros, merecem atenção. Todo desconforto abdominal persistente deve ser investigado, pois possibilita o tratamento precoce e adequado além de poder dar indícios de problemas mais sérios. Cuide do seu corpo, observe os sinais, faça exames e visitas regulares a um especialista”, alerta o médico cirurgião Sérvio Fidney.

Postar um comentário

0 Comentários