Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Março Azul: o mês de prevenção do câncer colorretal



A Sociedade Brasileira de Coloproctologia (SBCP) e a Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (SOBED) lançaram neste mês de março a campanha Março Azul – edição 2022 para conscientizar a população, profissionais de saúde, gestores e tomadores de decisão para a importância do diagnóstico e tratamento precoces do câncer colorretal (CCR) e estimular a prevenção.  O Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) apoia a campanha e promoverá uma live no dia 30 de março sobre como prevenir a doença, transmitida através das redes sociais do Conselho. O presidente do Conselho que também é coloproctologista, Maurício Matos, participará do encontro virtual.

Entre as diversas iniciativas, os médicos articularam a aprovação, pelo Senado Federal, do Projeto de Lei 5.024/2019, tornando março o mês oficial de combate à doença no Brasil e incluindo sua prevenção no calendário da saúde pública. Para o presidente da SBCP, Eduardo Vieira, é fundamental que a campanha se estenda para além de março e alcance todos os estados do País. “Não há fonte mais segura do que o próprio médico. Em tempos de fakenews, levar informações confiáveis adiante é o propósito que une a SBCP, a SOBED e outras entidades médicas nesta campanha”, destacou. Ele explica que a campanha pretende engajar a sociedade e estimular a busca por diagnóstico precoce.

Edição 2022 – Realizada com o apoio institucional da Associação Médica Brasileira (AMB) e Conselho Federal de Medicina (CFM) e em parceria com diversas outras especialidades médicas, o Março Azul envolverá iniciativas emblemáticas. Entre elas está a busca de apoio para a iluminação pública de monumentos em todo o País, que serão vestidos de azul durante parte ou todo o mês de março.

Em outra abordagem, a entidade está convidando personalidades em diversas áreas de atuação a gravarem mensagens de apoio à iniciativa, reforçando o alerta para a importância da prevenção da doença. Os vídeos serão divulgados nos canais das entidades médicas nas redes sociais e seus portais na internet. Com o lema “Abrace essa ideia outra vez”, a iniciativa desdobra o êxito da campanha de 2021, quando mais de 40 milhões de pessoas foram impactadas pela campanha
da SOBED.

Doença fatal – O câncer colorretal é o terceiro que mais mata no Brasil, atingindo mais de 40 mil pessoas por ano. Hoje, a chance de uma pessoa desenvolver a doença é da ordem de 4,3%: sua incidência é mais comum entre homens e mulheres com mais de 45 anos ou em pessoas que tenham casos na família.

Com o envelhecimento da população, estima-se que o registro de mortalidade associada à essa doença aumente até 2025: a despeito da possibilidade de prevenção, 85% dos casos de câncer colorretal são diagnosticados em fase
avançada, quando a chance de cura é menor.

O debate em torno da prevenção ganhou impulso em 2017, quando a SOBED desencadeou uma agenda institucional para colocar o diagnóstico precoce e a prevenção do câncer colorretal na agenda do poder público. Os médicos têm defendido a formulação de uma política nacional de prevenção, que contemple os métodos diagnósticos de menor complexidade e que podem ser oferecidos de forma sistematizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Atualmente, a medicina avalia como essencial identificar pacientes mais propensos a desenvolver esse tipo de câncer para que a prevenção reduza o desenvolvimento da doença.

Fonte para entrevistas:

Maurício Matos – presidente do Cremepe e coloproctologista!

Postar um comentário

0 Comentários