Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Entenda o que são espasmos musculares, doença que tirou a cantora Celine Dion dos palcos



Recentemente a cantora canadense, Celine Dion, publicou em uma Rede Social que fez o cancelamento de sua turnê por conta de uma doença que vem lhe prejudicando e tirando ela dos palcos. A doença que acomete a cantora é o espasmo muscular, mas você sabe o que é isso? Abaixo vamos explicar um pouco sobre a doença que afeta a a cantora Celine Dion. Celine tem 53 anos e é natural  de Charlemagne no Canadá. Ela tem 4  filhos e atualmente decidiu dar uma pause na turnê que faria em algumas cidades dos Estados Unidos e Canada. Com relação a turnê pela Europa que será em março ela resolveu não alterar a data por enquanto. Agora vamos ao que interessa; O espasmo muscular é uma contração involuntária do músculo ou de um conjunto de músculos, que pode acontecer em diversas situações e atingir pessoas de todas as idades. Os espasmos são divididos em dois grupos, os tônicos, que são associados ao enrijecimento persistente e dolorido, e os clônicos, que alternam momentos de contração e relaxamento do músculo.

“Pode ser um músculo pequeno ou um conjunto de músculos. Quando estamos cansados e temos aquela contração da musculatura da pálpebra, por exemplo, é um tipo de espasmo. Nesse caso, de um grupo muscular pequeno, que acontece geralmente quando você está cansado, estressado, com privação de sono”, explica Christiane Cobas, neurologista do Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo.

Quais são possíveis causas: Segundo Christiane, em geral, os espasmos não provocam quadros severos e persistentes como os de Céline Dion. As principais causas estão associadas a fatores emocionais, como o estresse e a ansiedade, atividade física excessiva e desidratação, privação de sono, deficiência de nutrientes, excesso no consumo de cafeína e uso de medicamentos. De acordo com especialistas, os espasmos musculares persistentes também podem ser causados por doenças neurológicas mais graves, além de tumores e lesões na medula.

Como pode ser feito o diagnóstico: O diagnóstico dos espasmos musculares pode ser realizado a partir da avaliação clínica pelo neurologista, combinada com resultados de exames complementares, como a eletroneuromiografia, que permite avaliar o estado dos nervos e músculos dos braços e pernas, além de exames de imagem.

Tratamento depende da origem dos espasmos: O tratamento dos espasmos musculares deve considerar a origem do problema. Quando a condição não está associada a doenças mais graves, ela pode ser revertida a partir de um processo de reabilitação, que envolve medicamentos e fisioterapia. Segundo o especialista, a duração da reabilitação pode variar de uma pessoa para outra, dependendo do agravamento dos espasmos musculares.

Adaptado do site CNN Brasil

Postar um comentário

0 Comentários