Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Marília Mendonça: assessoria explica por que disse que cantora estava viva após acidente



A assessoria de imprensa de Marília Mendonça, Textos + Ideias, veio a público em nota oficial explicar os ruídos de comunicação que levaram a empresa a informar aos jornalistas que os tripulantes do avião que vitimou a cantora "passavam bem" e tinham sido encaminhados a um hospital para procedimentos de segurança.

A companhia inicia os esclarecimentos firmando "compromisso com a memória de Marília Mendonça e a ética da profissão" e garante que a informação falsa veio de fontes confiáveis.

"Em conhecimento do acidente, a assessoria de imprensa da artista buscou informações de fontes confiáveis. Estas informaram que estaria tudo bem e que todas as pessoas estavam sendo conduzidas ao hospital, somente para realizar procedimento padrão. Passados menos de 20 minutos, as mesmas notificaram a equipe sobre a fatalidade. A notícia foi repassada, primeiramente, aos familiares das vítimas. Vale ressaltar que todas informações foram disponibilizadas sempre baseadas em fontes confiáveis. Em nenhum momento o equívoco foi intencional, sempre prezamos pela ética profissional e moral", diz o comunicado.

A nota oficial da assessoria de imprensa de Marília Mendonça ainda presta outros esclarecimentos sobre o acidente que levou a cantora a óbito. De acordo com a empresa, ela evitava marcar compromissos seguidos por questões de segurança. "Ressaltamos que o único compromisso dobrado em sua carreira ocorreu em 2016 na premiação dos 'Melhores do Ano' no 'Domingão do Faustão', após o show de Itaberaí, Goiás", afirma.

Marília Mendonça morreu, nesta sexta-feira (05), após o avião que transportava a cantora e a equipe para um show em Minas Gerais cair em uma cachoeira. Além da artista, o acidente fez mais quatro vítimas fatais. São elas o produtor Henrique Ribeiro, o assessor Abicieli Silveira, que também era tio da sertaneja, o piloto e o copiloto do avião.

Marília Mendonça nasceu em Cristianópolis (GO) em 22 de julho de 1995. A artista surgiu como ícone do "feminejo" em 2016, com sucessos como "Infiel", "Folgado" e "Saudade do Meu Ex". Antes, ela já era compositora de sucessos do sertanejo. As letras empoderadas marcaram a carreira da cantora, que, em poucos anos, se consolidou como a "rainha da sofrência".

Postar um comentário

0 Comentários