Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Juventude Presente tem 744 adolescentes e jovens em 38 oficinas



O Juventude Presente é um dos programas mais concorridos da Secretaria de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas, com destaque para o eixo de Conexão Sociocultural. Apenas este mês, 744 adolescentes e jovens participam de 38 oficinas, que funcionam nas próprias comunidades. As oficinas oferecem aulas práticas de capoeira, percussão, grafite, futebol, danças urbanas e conscientização ambiental.

O tema das oficinas está no universo de interesse dos adolescentes e jovens, de 12 a 29 anos.. A oficina, de acordo com o programa, é o chamariz para engajar os jovens. O encontro promove a criação de novos vínculos naquele território, a difusão da cultura de paz e a valorização da comunidade. Essa última meta é perseguida tanto na realização das atividades na própria comunidade, como na seleção de oficineiros, a partir dos melhores projetos dos candidatos, que moram na comunidade.

O secretário de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas, Cloves Benevides, é um dos criadores do Juventude Presente e entusiasta do eixo de Conexão Sociocultural. “As oficinas representam um encontro de interesses: os jovens estão abertos para aprender, para conhecer novidades, que se realizam na própria comunidade. Os oficineiros agarram a oportunidade de transmitir conhecimento e o Estado, representado pela secretaria, estreita seus vínculos com o direcionamento de políticas públicas”, explica Cloves Benevides.

Entre as 38 oficinas ativas, quatro são de capoeira, sete de percussão, seis de grafite e seis de futebol, cinco de danças urbanas e dez de conscientização ambiental. Quando um tema é encerrado nas comunidades, novas oficinas são abertas, com outros temas, em forma de rodízio. Por se tratarem de aulas práticas, os adolescentes e jovens rapidamente assimilam os novos conhecimentos. Os oficineiros se tornam referência para os alunos. Isso facilita o momento “se liga”, no qual são passadas informações sobre a importância da cultura de paz.

O conteúdo das oficinas busca valorizar a comunidade, com oferta de conhecimentos que têm aplicação prática. As aulas de conscientização ambiental, por exemplo, passam informações de reutilização de resíduos e criação de hortas comunitárias. As oficinas de percussão mostram como a criação de grupos musicais pedem mais interesse dos envolvidos do que outros ingredientes. As turmas de danças urbanas representam um caso de sucesso, com adolescentes descobrindo uma forma de expressão, muitos com habilidade natural.

Todas as oficinas do Juventude observam, com rigor, a prevenção à transmissão do vírus. Os adolescentes e jovens ganham máscaras de proteção (além da camisa do programa), o distanciamento social é normatizado, assim como a necessidade de manter as mãos sempre higienizadas: cuidados pessoais para se evitar a covid-19 na comunidade.

Postar um comentário

0 Comentários