Propaganda

Últimas Notícias

Humorista Zilda Cardoso, a Dona Catifunda, morre aos 83 anos


A humorista Zilda Cardoso, que interpretou a Dona Catifunda em programas como Escolinha do Professor Raimundo (Globo) e A Praça É Nossa (SBT), morreu hoje, aos 83 anos, em São Paulo. A informação foi confirmada ao UOL pelo 77º Distrito Policial, e por um funcionário do prédio onde a atriz morava, em Santa Cecília, região central. Segundo o investigador Luiz Carlos Vegi, chamado para realizar a perícia, Zilda teve morte natural e não enfrentava problemas de saúde. "Fumava três maços de cigarro por dia", comentou à reportagem. "Os familiares estão procurando um médico para atestar óbito", explicou. 

O site UOL apurou que a diarista, que já trabalhava para a atriz há alguns anos, estranhou o fato de Zilda não ter ligado para ela, hoje. Ela, então, decidiu ir até o prédio e foi aí que encontrou a atriz caída no apartamento. A diarista e o zelador chamaram imediatamente o Corpo de Bombeiros, que confirmou a morte. Sem parentes próximos, Zilda morava sozinha em um apartamento e recebia a visita de uma cuidadora. Todos os dias, almoçava com as amigas e vizinhas em uma churrascaria na alameda Barros. "Adorava comer frango", disse o garçom que a atendeu durante dez anos. Zilda era considerada uma pessoa querida no bairro, principalmente pelos lojistas da região.

App Google Notícias / UOL

Nenhum comentário

Para comentar neste Blog você deve ter consciência de seus atos, pois tudo que aqui é postado fica registrado em nossos registros. Tenha em mente que seu respeito começa quando você respeita o próximo. Lembre-se que ao entrar aqui você estará em um ambiente bem descontraído e por isso contribua para que ele sempre fique assim. Não esqueça que os comentários são moderados e só iram ao ar depois de uma analise e se passarem por ela iremos publicar, caso não ele será deletado. Para os novos comentários via Disqus ou Facebook a moderação não se faz necesária, já que o nome do usuário fica salvo nos comentários.
Obrigado pela visita e volte sempre.