Propaganda

Últimas Notícias

Em Limoeiro escuridão facilita tentativa de assalto na Rua Doutor José Cordeiro



Na noite desta segunda, por volta das 20h, um homem de 40 anos deu entrada no Hospital Regional de Limoeiro com ferimentos provocados por golpes de faca. Ele contou aos policiais militares que ao entrar no carro dele, que estava estacionado na Rua Doutor José Cordeiro, nas proximidades da Escola Seráfico Ricardo, no Centro, um homem se aproximou e pediu a chave do veículo. Ao negar, ele foi esfaqueado na cabeça, no braço e na mão. Testemunhas disseram que o suspeito passou correndo a faca na mão pela Rua Bela Vista e seguiu no sentido do cemitério. Rondas foram realizadas, mas sem sucesso. 

A vítima foi orientada a prestar queixa na delegacia da cidade. A reportagem da Rádio Jornal Limoeiro recebeu várias mensagens de moradores reclamando da escuridão do local, como mostra a imagem, que segue há mais de 30 dias. “Venho suplicar pelo amor de Deus que alguém venha concertar os postes da rua Doutor José cordeiro. Já não aguentamos mais. A violência está grande, está geral e se as ruas tiverem às escuras fica mais fácil para assalto. As aulas começaram e todos temem, pois no escuro nos arriscamos demais”, escreveu uma ouvinte. “Escuridão continua na rua José Cordeiro. Quem falou que o problema tinha sido resolvido é pura mentira”, enviou outro morador.

Nenhum comentário

Para comentar neste Blog você deve ter consciência de seus atos, pois tudo que aqui é postado fica registrado em nossos registros. Tenha em mente que seu respeito começa quando você respeita o próximo. Lembre-se que ao entrar aqui você estará em um ambiente bem descontraído e por isso contribua para que ele sempre fique assim. Não esqueça que os comentários são moderados e só iram ao ar depois de uma analise e se passarem por ela iremos publicar, caso não ele será deletado. Para os novos comentários via Disqus ou Facebook a moderação não se faz necesária, já que o nome do usuário fica salvo nos comentários.
Obrigado pela visita e volte sempre.