Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

ACNUR lança relatório global sobre o acesso à educação por parte de refugiados



Documento indica que, apesar de avanços pontuais sobre a inclusão de pessoas refugiadas no sistema educativo nos últimos anos, crianças e jovens refugiados seguem sendo desproporcionalmente impactados

Na próxima terça-feira (13/9), às 10h, a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) lançará em Belo Horizonte seu relatório global sobre educação, intitulado “Todos incluídos: a campanha pela educação de pessoas refugiadas” (All Inclusive: the campaign for refugee education, em inglês). O evento será presencial, no auditório da Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Inscrições prévias e gratuitas podem ser realizadas aqui. O relatório traz dados inéditos sobre a inclusão de crianças e jovens refugiados nos sistemas de educação em diferentes partes do mundo, com recortes de idade, gênero e nível educacional referentes ao ciclo escolar de 2021.

O evento em Belo Horizonte também trará discussões sobre iniciativas de educação para crianças, jovens e adultos refugiados no Brasil. Dados e informações sobre os desafios da permanência de crianças refugiadas serão apresentados pela ONG IKMR (I Know My Rights), que se dedica ao acompanhamento no contraturno de crianças refugiadas. A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), instituição integrante da Cátedra Sérgio Vieira de Mello (CSVM) do ACNUR apresentará as ações existentes no campo de ensino, pesquisa e projetos de extensão universitária em prol da população refugiada. Por fim, um estudante venezuelano apresentará sua trajetória universitária na UFMG, apresentando as dificuldades e conquistas de seus estudos e permanência acadêmica.

Sobre os participantes:

ACNUR: a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) é uma organização humanitária dedicada a salvar vidas, assegurar os direitos e construir futuros melhores para as pessoas que foram forçadas a deixar suas casas e comunidades devido a guerras, conflitos armados, perseguições ou graves violações dos direitos humanos. Presente em mais de 130 países, o ACNUR atua em conjunto com governos nacionais e locais, organizações da sociedade civil, academia e o setor privado para que todas as pessoas refugiadas, deslocadas internas e apátridas encontrem segurança e meios para reconstruir suas vidas com dignidade.

IKMR: o programa de educação complementar com orientação multidisciplinar chamado “Cidadãs do Mundo”, realizado pela I Know My Rights e financiando pelo ACNUR, atende atualmente 128 crianças refugiadas de 12 nacionalidades. O projeto é desenvolvido desde 2016 e adaptou suas atividades ao contexto do novo Coronavírus. As atividades passaram a ser oferecidas através de vídeo atendimento, ampliando sua equipe pedagógica que conta agora com 19 profissionais, entre pedagogas e professoras licenciadas. Assim, os alunos podem receber acompanhamento pedagógico e assessoria escolar à distância, dentro deste novo modelo de ensino, mediado pela tecnologia.

CSVM: a Cátedra Sérgio Vieira de Mello (CSVM) do ACNUR reúne atualmente 35 instituições de ensino superior conveniadas que atuam em três frentes de atuação: ensino universitário, pesquisa acadêmica e extensão de projetos voltados para o atendimento à população refugiada. Desta maneira, além de difundir o ensino universitário sobre temas relacionados ao Direito Internacional dos Refugiados, a Cátedra também visa promover a formação acadêmica e a capacitação de professores e estudantes na temática. O trabalho direto com os refugiados em projetos de extensão também é definido como uma grande prioridade, assim como processo de ingresso e reingresso nas universidades por meio de editais específicos.

Serviço:

Lançamento do relatório global de educação do ACNUR com organizações parceiras

Instituições participantes: ACNUR, UFMG-CSVM e IKMR

Local: FACE-UFMG, Belo Horizonte (Av. Pres. Antônio Carlos, 6627 - Pampulha)

Horário: 10h às 11h30

Link de inscriçãohttps://forms.gle/vChgDTBvE6SUzMS37

 

Para mais informações: Miguel Pachioni, pachioni@unhcr.org, +55 11 98875-3256

 

Para acessar o texto completo, clique aqui.

Postar um comentário

0 Comentários