Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

MM Gerdau - Museu das Minas e do Metal inaugura exposição Jardim Mineral, reunindo trabalhos selecionados por meio do edital do programa CoMciência



Pelo 3º ano consecutivo, MM Gerdau promove exposição reunindo trabalhos que estabelecem um diálogo entre arte, ciência e tecnologia. Os artistas participaram de uma residência artística com mentores multidisciplinares e os resultados deste processo poderão ser conferidos agora nesta exposição.

O programa CoMciência, promovido pelo MM Gerdau, chega em 2021 em sua 3ª edição. Criado com o objetivo de abrir espaços para propostas que promovam reflexões sobre a relação arte, ciência e tecnologia, o programa foi reestruturado e ressurgiu com uma versão mais completa e integrada aos objetivos e ao acervo do Museu. A proposta foi se voltar para dentro da instituição, propondo aos artistas selecionados uma imersão pelo acervo mineralógico. “O fator inovador desta edição foi a completa imersão dos artistas no acervo e na rotina do museu por meio da Residência Artística. Este modus operandi dos processos expositivos nos permitiu acompanhar o processo criativo dos artistas e o desenvolvimento das obras, que brindam o público com sua poética e discussão científica”, destaca Márcia Guimarães, diretora do MM Gerdau.

Nesse sentido, o programa proporcionado por meio do edital foi na verdade um convite para que artistas, cientistas, pesquisadores e profissionais criativos pudessem acessar o acervo do museu e, a partir dessa imersão, elegessem referências para a criação de um jardim de obras de arte, construído de forma híbrida (digital e presencialmente), tendo como inspiração e ponto de partida o acervo mineral da instituição.  “Na sua célebre elaboração do conceito de heterotopia, o filósofo francês Michel Foucault evoca o jardim como o mais antigo exemplo do princípio de sobreposição de diversos lugares incompatíveis no mesmo espaço real. A configuração cuidadosa da vegetação nos jardins persas, aponta ele, pretendia formar um microcosmo que correspondesse, física e espiritualmente, ao mundo inteiro Ao longo do programa de residência Jardim Mineral, muitas foram as oportunidades de explorar essa diversidade constitutiva, por meio de uma intensa programação de trocas dos artistas uns com os outros, com interlocutores convidados e com funcionários de praticamente todos os setores do MM Gerdau - Museu das Minas e do Metal”, sintetiza Gabriel Menotti, um dos curadores do programa.

Os vencedores foram escolhidos a partir de suas trajetórias e conexões com as temáticas do programa e desenvolveram seus trabalhos durante um processo de residência artística acompanhado por mentores multidisciplinares. Desta forma, a exposição apresenta obras de 10 participantes nas seguintes categorias: nativo digital, site-especific e escrita.  

Postar um comentário

0 Comentários