Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Porto de Suape inicia obra para aumentar produtividade dos cais e píeres



Uma obra de nivelamento do fundo de leito vai restaurar a profundidade original de nove berços de atracação do Porto de Suape. Utilizando uma embarcação tipo rebocador com um arado acoplado, serão removidos alguns pontos elevados de material argilo-arenoso, chamados de alto-fundos, restaurando-se a cota de -15,5 m nos cais 1, 2, 3, 4 e 5 que operam contêineres, carga geral, veículos, açúcar em sacos, trigo, entre outras cargas.

Os píeres de granéis líquidos 1 e 2, que movimentam produtos químicos, combustíveis e derivados de petróleo, passarão pela mesma intervenção. Os serviços devem durar três meses, com a aplicação de recursos próprios da ordem de R$ 2,6 milhões. As obras começam nos próximos dias.

Após a conclusão da obra, os ganhos operacionais serão variados por berço, mas a expectativa é de que o maior seja de - 3,9 m no Cais 3. Outro benefício é poder utilizar toda a extensão do cais para, por exemplo, atracar dois navios menores em linha. Atualmente, devido ao desnivelamento de alguns pontos do fundo, a embarcação fica centralizada no berço. Com a intervenção, os cais ficarão com a mesma cota de -15,5 m.

“Essa obra é muito importante para aumentarmos nossos ganhos operacionais. Restaurando a profundidade, recuperamos parte da capacidade que tínhamos nos cais e píeres. Cada centímetro de calado a mais significa mais carga potencial a ser movimentada”, explica o diretor-presidente de Suape, Roberto Gusmão. Calado é a parte submersa do navio, medida na vertical da linha d’água até à quilha, parte mais baixa do casco.

O nivelamento do fundo será executado com um rebocar puxando um arado, peça que pesa cerca de duas toneladas. O arado desmontará os alto-fundos existentes junto aos cais e píeres, formando uma plataforma do fundo marinho plana e uniforme. Atualmente, os berços com maiores profundidades são os píeres petroleiros PGL 3A e PGL 3B, que operam óleo bruto de petróleo da Refinaria Abreu e Lima e têm cota de -17,7 m.

O Porto de Suape é um dos 12 portos públicos brasileiros com maior quantidade de linhas regulares de navios de carga geral, roll on - roll off e de contêineres. Conta com 13 instalações de acostagem, num total de 4.379 metros de cais e píeres. No Porto Externo, estão quatro píeres de granéis líquidos e um cais de múltiplos usos, com oito berços de atracação. No Porto Interno, existem cinco berços de atracação, distribuídos ao longo de 1.626 metros de cais.

Sobre Suape - Fundado há 42 anos no Litoral Sul de Pernambuco, entre os municípios de Ipojuca e Cabo de Santos Agostinho, o Complexo Industrial Portuário de Suape é considerado a âncora e a locomotiva do desenvolvimento do Estado, atraindo grandes empreendimentos em suas cadeias produtivas. Situado a apenas 40 quilômetros do Recife e instalado em uma área de 13,5 mil hectares, é um complexo que conta com 150 empresas instaladas e em implantação. Ainda contempla uma grande área de preservação ecológica, que representa 59% do território, reafirmando o compromisso da empresa com uma agenda verde e sustentável, aliando o desenvolvimento econômico com a proteção do meio ambiente. Em 2020, o porto movimentou o total de 25,6 milhões de toneladas de cargas, alcançando o recorde histórico e o quarto lugar no país no ranking da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).

Postar um comentário

0 Comentários