Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Espetáculo Vitoriense “A fantástica máquina de escrever” tem estreia no 2º FCAC – Festival Canavial de Artes Cênicas



Muita Ludicidade, fantasias e relações humanas, superação de desafios e limites pessoais, são alguns dos elementos inspiradores para o novo trabalho da Pirilampos Produções e Entretenimento


“A edição 2021 do Festival Canavial de Artes Cênicas, é muito mais do que um momento de congregação, fomento e impulsionamento das diversas manifestações culturais do interior do estado. Com a pandemia, o festival se reinventou, se adaptou e tornou-se um placo virtual para o despontar de diversas produções, grupos, companhias, coletivos e artistas individuais, que estavam com suas produções paralisadas, e que puderam estreia-las ou até mesmo circular com seus trabalhos dentro da programação. Sem dúvidas, a 2º edição do Festival Canavial de Artes Cênicas, é um divisor de águas para o movimento cultural, nesse momento em que vivemos.” Comenta, Alexandre Veloso, um dos produtores do festival, em conversa com a nossa equipe.

É nesse cenário de redescoberta de possibilidades, que o grupo Pirilampos Produções e entretenimento, apresenta de forma inédita o espetáculo “A Fantástica Máquina de Escrever”, apresentando ao público de fora online o trabalho que vem marcar o retorno das atividades do grupo, após um ano parado, devido a pandemia da COVID-19. A peça é um musical, com a participação da BIP - Banda Infantil Pirilampos. Em cena onze atores e dois músicos, criam o universo imaginário de Zarabe, uma escritora, que tenta encontrar uma história para escrever.

A peça, estreia neste domingo (30), às 17 horas, no canal do youtube, dentro da programação do último dia de realização do Festival Canavial de Artes Cênicas. O espetáculo compõe o repertorio de trabalhos infantis do grupo, e trata-se um texto inédito, escrito pelo vitoriense Cleiton Santiago, que também assina a direção. O enredo, uma aventura mágica, moderna, poética, onírica, num universo surreal, onde sons, cores, luzes, performances e tecnologia. Em meio a tudo isso, como num passe de mágica, uma Bruxa, faz ressurgir os contos de fadas, que haviam sido extinguidos pelo Reizinho Mandão. Uma fada nasce e na fuga das garras do Reizinho, ela percorre um mundo mágico.

“Quando estava desenhado o enredo e as personagens, lembrei bastante das conversas e histórias que já havia escutado sobre o mundo das fadas, princesas, enfim, todas essas personagens poéticas. Foi aí que me lembrei, umas das falas rotineiras do ator, diretor e meu amigo, aqui de Vitória de Santo Antão, César Leão, que é um ‘defensor dos vilões das estórias infantis’, e foi a partir daí que mim veio a ideia de fazer uma brincadeira, e ao mesmo tempo uma homenagem diferente. Então, é assim que personagem do Reizinho Mandão, ganha vida, e junto com ele a narrativa do texto.” Revela Santiago, sobre as inspirações do seu processo criativo.

Assim, neste universo de fadas, bruxas e reis, criados a partir do mundo imaginário do autor, que o público infantil, especialmente, irá encontrar personagens que irão propor de forma lúdica, o dialogo a respeito de temas importantes para a nossa sociedade, como a ética, honestidade, amor, superação. “A Fantástica Máquina de Escrever” é uma aventura mágica, fantástica e empolgante, pra que toda a família possa assistir junta. 

Integram o elenco, nomes como: Alessandra Christine, Elizabete Feliciano, André Santos, Josicleide Aragão, Ivo Vicente, Kénya Taynara, Cecília Lopes, Cecília Marçal, Ilhantina Islanditine, Ricardo Lima e Mikael. A musicalidade é por conta de Alexsandre Alexandre e Jhonatan Silva; como contraregra, Nielle Ferreira; assessoria de imprensa e designer, Luiz Pereira Neto. O 2º Festival Canavial de Artes Cênicas é uma realização da Santiago Produções, e tem patrocínio do Governo de Pernambuco, através do edital de Festival LAB, com recursos advindos da Lei Aldir Blanc, do Governo Federal.

por Luiz Pereira Neto

Postar um comentário

0 Comentários