Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Bacalhau na Vara saiu as ruas de Limoeiro, provando que a folia ainda não acabou



Para quem pensou que o carnaval acabou, se enganou, pois o Bacalhau saiu nesta quarta-feira de cinza (06) e arrastou centenas de pessoas sedenta pelo frevo pernambucano. Se pensou no bacalhau do Batata, você se enganou, pois aqui em Limoeiro quem reina na quarta-feira de cinza é outro bacalhau, neste caso o Bacalhau na Vara que tem como idealizar não um garçom como no Batata e sim um dono de bar que é Ricardo da Barraca Azul. O bacalhau na Vara já virou tradição na Princesa do Capibaribe e este ano trouxe para os foliões cerca de 70 litros de caldinho de bacalhau além de uma orquestra de frevo que tocou todos os ritmos que fazem o carnaval de Pernambuco ser um dos melhores do Brasil. O que não faltou foi folião frevando ao som de vassourinhas.

A concentração teve início às 17h ao som da Orquestra Belezura, que tocou muito frevo na Rua da Grama, rua essa que fica em frente a Barraca Azul e acabou tornando-se a sede do bloco. A orquestra fez um esquenta daqueles até dar a hora do bloco ganhar as ruas da cidade. Quando o digital marcou 20 horas a turma saiu frevando pelas ruas da Linha, do Alto de São Sebastião, Alegria e aportando na Severino Pinheiro. Para acompanhar esse tanto de gente foi preciso um trio elétrico e nele esteve o cantor Ronaldo Morais acompanhado da Orquestra Flor do Limoeiro. Foi muito frevo para lembrar que a quarta-feira ingrata estava se despedindo, mas o clima por lá não foi de despedida e sim de muita folia. Já fazem 07 anos que o Bacalhau na Vara garante a folia e a resistência dos que teimam em não querer deixar o carnaval seguir seu rumo. Ricardo agradeceu a presença de todos o frisou a importância do bloco na resistência do carnaval de rua e no cultivo do frevo. Ano que vem teremos mais Bacalhau na Vara. Terminou Ricardo em seu discurso de agradecimento.


Foto Jair Ferreira

Postar um comentário

0 Comentários