Propaganda

Últimas Notícias

Quando contratar um advogado para fazer inventário?



Muitas dúvidas surgem aos familiares que perdem um de seus entes queridos, e uma delas pode ser o inventário. Nessa hora, em que a dor torna tudo mais complexo, é necessário que a família procure um advogado para fazer inventário. De acordo com os especialistas em consultoria jurídica, é importante contratar um advogado para fazer inventário logo após o falecimento, e que isso ocorra, independentemente de o falecido ter ou não bens.

O que é inventário?


O inventário é uma listagem de bens e direitos do falecido, que foi documentada e fez a distribuição dos mesmos. Quando não se tem bens e direitos, comprova-se tal fato pelo inventário negativo.


Que tipo de advogado deve ser contratado?

O advogado para fazer inventário deve ser especialista em sucessões e ao ser contratado irá avaliar o tipo de inventário a ser realizado em cada caso.

Quais são os tipos de inventário?


Existindo bens o inventário pode ser:


* Judicial.
* Extrajudicial.

Se o inventário não é realizado existem prejuízos ou problemas?

A resposta para tal questionamento é sim. Por isso é tão importante contar com um advogado para fazer inventário, pois quando tal procedimento não for realizada em conformidade a lei, a posse dos bens e até a quitação de dívidas (quando houver), torna-se um fator complicador ao cônjuge e aos herdeiros. É preciso que perante a justiça os bens sejam distribuídos e o pertencimento legal passe a ser daquele que recebeu o bem. O cônjuge, por exemplo, não pode se casar novamente sem ser em regime de separação total de bens caso não tenha sido feito um inventário de seu falecido parceiro/a. Os herdeiros não podem vender e nem deixar para seus filhos os imóveis que não foram para inventário, pois ainda pertencerão ao falecido. Esses são alguns dos problemas que não realizar um inventário pode trazer.

Existe prazo para realizar o inventário?


A procura por um advogado para fazer inventário precisa ser logo após a morte, pois o prazo legal para dar entrada é de até 60 dias. Após isso, é gerada uma multa.
Qual o valor cobrado para se fazer um inventário? Em qualquer um dos tipos de inventário é preciso pagar custas e taxas que variam de acordo com diferentes aspectos. É possível conseguir isenção das taxas comprovando que não tem condições de arcar com elas. O valor a ser pago ao advogado para fazer inventário vai depender do advogado e do tipo de inventário. Existe uma tabela da OAB (Ordem dos advogados do Brasil) que estabelece valores mínimos para os serviços realizados pelos advogados. Consultar a tabela para saber qual será a média de valores cobrados é uma boa medida. É preciso saber que essa tabela costuma ter mudanças entre os estados.

Quanto tempo demora para o inventário ser finalizado?
Quando o inventário é realizado extrajudicialmente, normalmente, ele se finaliza entre três a seis meses. Quando é via ação judicial pode demorar de um até três ano. Nesse caso a demora costuma ocorrer por divergência entre os herdeiros, avaliação dos bens e pagamentos de impostos.

Preciso contratar um advogado para fazer inventário ou pode ser realizado de outra forma?
Em todas as formas de realizar um inventário é preciso ter um advogado para fazer inventário e nos casos que não se pode pagar por isso pode-se buscar a defensoria pública.

Nenhum comentário

Para comentar neste Blog você deve ter consciência de seus atos, pois tudo que aqui é postado fica registrado em nossos registros. Tenha em mente que seu respeito começa quando você respeita o próximo. Lembre-se que ao entrar aqui você estará em um ambiente bem descontraído e por isso contribua para que ele sempre fique assim. Não esqueça que os comentários são moderados e só iram ao ar depois de uma analise e se passarem por ela iremos publicar, caso não ele será deletado. Para os novos comentários via Disqus ou Facebook a moderação não se faz necesária, já que o nome do usuário fica salvo nos comentários.
Obrigado pela visita e volte sempre.