Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Projeto de Suplementação é aprovado pela maioria dos vereadores da base aliada do prefeito Joãozinho

Foto por Alfredo Neto

A tarde desta terça-feira (31) foi marcada por tumulto na Câmera de Vereadores de Limoeiro, pois foi aprovado o projeto de suplementação (008/2018) que destina 13 milhões ao poder executivo municipal. Esse montante seria remanejado de outros recursos dotado do orçamento 2018 que foi aprovado em 2017. O vereador Zé Higino pediu vista no projeto, mas por mas os vereadores  oque voaram afavor do mesmo, negaram o pedido de vista, restando ao presidente da Câmara, Juares de Convales, aceitar.  Zé Higino criticou a atitude do presidente da Câmara, dizendo que o mesmo usou de dois pesos duas medidas, quando aceitou 2 pedidos de vista da situação e negou o dele. O vereador Luiz Antônio explanou em entrevista a Rádio Jornal que havia muita coisa errada e valores além dos comportados pelo município. Na reunião houve até trocas de ameças entre Daniel do Mercadinho e Zozinho, mas os anânimos foram apaziguador. No embate tivemos situação X oposição.

Pelo que parece muitos Limoeirenses não gostaram da votação dos vereadores. Os que votaram a favor foram todos da base aliada: Zózimo, Ronaldo Só Zueira, Marquinho Paz, Irmão Jairo, Baú da Capoeira, Juares de Convales, Beto de Washington , Batalha dos Mendes, Zélia de Ribeiro do Mel e Março Sérgio que não está na imagem. Voaram contra os vereadores da base oposicionista: Daniel do Mercadinho, Robertinho, Galvão e Luíz Antônio. Votaram contra também os vereadores sem base: Zé Higino e Ciciu de Salobro. Após a aprovação do projeto começou a circular nas Redes Sociais uma imagem com as fotos dos vereadores que votaram a favor e o nome traidores bem grande. 




Postar um comentário

0 Comentários