Últimas Notícias

Páscoa, chocolate e saúde




Tradicionalmente, no período entre meses de março e abril, aumenta significativamente o consumo de peixes, vinhos, chocolate e aperitivos pascais, devido a simbologia da data. Trocar a carne vermelha pelo peixe é bastante saudável, porém com a grande procura por peixes antes e durante a Semana Santa, é preciso ficar atento para não acabar comprando peixes de má qualidade. “A escolha e o preparo dos peixes ou frutos do mar exigem cuidados essenciais para evitar o risco de intoxicação”, afirma a nutricionista Stella Bezerra, do Hospital Jayme da Fonte. Na hora de escolher o pescado, é importante observar se as guelras estão limpas, vermelhas e brilhantes e se o corpo está firme e limpo, sem areia, plástico, moscas, etc. Os olhos também não devem estar opacos, secos ou murchos, observar se o cheiro é característico do produto, assim como a forma de acondicionamento é correto em lugar limpo e sob refrigeração. Depois de comprados, também é fundamental ter o cuidado com o armazenamento e a preparação.

A nutricionista ressalta ainda o excesso no consumo de doces, vinho e alimentos à base de leite de coco durante o período da Semana Santa, podem contribuir para o aumento da ingesta calórica, sobrecarregando o organismo. Stella também lembra que o consumo de chocolate durante o período que antecede a Páscoa costuma, por vezes, sair do controle. Pesquisas já vêm mostrando que o produto pode, sim, fazer bem à saúde, uma vez que possui compostos capazes de promover a sensação de bem-estar, além de ofertar antioxidantes e reduzir os riscos de doenças cardiovasculares, mas é importante salientar que estes benefícios dependem da qualidade do chocolate consumido. Para adultos e crianças, conforme explica a profissional, o consumo excessivo de chocolate pode gerar inconvenientes como diarreia, náuseas e má digestão.

O consumo excessivo um longo prazo de forma constante, podem levar ao aumento colesterol, triglicérides e da glicemia, além de contribuir para o aumento do peso corporal. O recomendado, lembra Drª Stella, é comer um pouco de chocolate por vez, preferindo a versão amarga com alta concentração de cacau e redução de açúcares, evitando porções acima de 30g/dia, assim como versões de ovos de páscoa recheados. O segredo manter os cuidados básicos é consumir tudo com moderação para aproveitar a festa da Paixão de maneira saudável.

Nenhum comentário

Para comentar neste Blog você deve ter consciência de seus atos, pois tudo que aqui é postado fica registrado em nossos registros. Tenha em mente que seu respeito começa quando você respeita o próximo. Lembre-se que ao entrar aqui você estará em um ambiente bem descontraído e por isso contribua para que ele sempre fique assim. Não esqueça que os comentários são moderados e só iram ao ar depois de uma analise e se passarem por ela iremos publicar, caso não ele será deletado. Para os novos comentários via Disqus ou Facebook a moderação não se faz necesária, já que o nome do usuário fica salvo nos comentários.
Obrigado pela visita e volte sempre.