Propaganda

Últimas Notícias

Um descaso foi registrado em Limoeiro, quando alunos da ETE voltaram a pé para casa por falta de transporte escolar



Um descaso foi registrado em Limoeiro, quando alunos da ETE se viram obrigados a voltaram a pé para seus lares por falta de transporte escolar na unidade de ensino estadual. Para piorar a situação o fato ocorreu com os alunos do Modo Subsequente, ou seja, os alunos da noite que pegam ônibus em diversos locais da cidade. Ao termino da aula, por voltas das 23 horas, os alunos se deram conta de que não havia transporte e por isso teriam de enfrentar toda escuridão da PE-90, os perigos que a via representa e de quebra rezar para não serem assaltadas. 

Alguns dos alunos que voltaram a pé para casa residem em local onde o acesso é bastante complicado devido a onda de violência que assola Limoeiro. Dentre os bairros residente pelos alunos podemos destacar o Loteamento Santana e a Congal que por sinal são bairros muito, mas muito distante mesmo para se ir a pé até a ETE. Para deixar o caldo ainda mais grosso uma aluna gravida teve de fazer um percurso de cerca de 8 KM até sua residência, correndo risco e tudo mais. O fato foi registrado nesta última segunda-feira (05) e os alunos cobram uma explicação dos responsáveis, pois eles não têm culpa e esperam ao menos um transporte para poder levar e trazer todos com segurança.

Nenhum comentário

Para comentar neste Blog você deve ter consciência de seus atos, pois tudo que aqui é postado fica registrado em nossos registros. Tenha em mente que seu respeito começa quando você respeita o próximo. Lembre-se que ao entrar aqui você estará em um ambiente bem descontraído e por isso contribua para que ele sempre fique assim. Não esqueça que os comentários são moderados e só iram ao ar depois de uma analise e se passarem por ela iremos publicar, caso não ele será deletado. Para os novos comentários via Disqus ou Facebook a moderação não se faz necesária, já que o nome do usuário fica salvo nos comentários.
Obrigado pela visita e volte sempre.