Últimas Notícias

Fuja da farinha ruim



Produzidas a partir de cerais, grãos, legumes e frutas, as farinhas são utilizadas no preparo de doces e salgados, com o objetivo de dar consistência às receitas. A farinha de trigo ainda é uma das mais consumidas pelos brasileiros. De acordo com a Associação Brasileira das Indústrias de Trigo (Abitrigo), cada brasileiro ingeriu, em média, 40kg dessa farinha em 2015. A branca é a preferida e está presente em pães e massas, em geral. No entanto, durante o processo de refino essa farinha de trigo perde boa parte das fibras e outros nutrientes, ficando ainda com alto índice glicêmico.

Além disso, também é restrição para celíacos – pessoas com intolerância ao glúten, proteína presente no trigo – e evitada pelos que desejam uma alimentação mais saudável. “Existem diversas opções para substituir o trigo nas preparações de bolos, salgados, pães e outras receitas. Farinhas funcionais são muito mais ricas em proteínas, vitaminas e outros nutrientes essenciais para o nosso corpo. Algumas das possuem uma ótima textura para se trabalhar e aumentam a ingestão de fibras, contribuindo para uma receita equilibrada, leve e de menor índice glicêmico”, explica Mariana Dias, chef do Greenmix Mercado Saudável.

Desenvolvendo o que denomina cozinha inteligente, o empreendimento foi idealizado para atender pessoas em busca de um estilo de vida saudável e funcional, tendo também preocupação com aquelas que possuem restrições alimentares.  O restaurante da casa, localizada em Boa Viagem, é livre de contaminação de glúten e lactose. “Os ingredientes são substituídos de maneira inteligente, mantendo as propriedades nutritivas e funcionais. Nada em nossa cozinha é utilizado por acaso, cada alimento tem sua função e buscamos oferecer o melhor, aliando sabor e saúde”, reforça a chef. Ótimas opções para substituir a farinha de trigo são as farinhas de aveia, amêndoa, quinoa, linhaça e banana verde. Confira os benefícios:

Farinha de aveia: possui alto teor de fibras, o que ajuda no funcionamento do intestino e no controle do colesterol. Contém, ainda, vitaminas do complexo B, que atuam no processo de energia, e silício, que age na saúde da pele. É uma das principais substitutas da farinha de trigo, podendo ser utilizada em diversos preparos. Farinha de amêndoa: possui vitamina E, antioxidante que evita danos às células do organismo. Esse tipo de farinha também é rico em proteína e gorduras boas, que combatem o colesterol. Pode ser utilizada em substituição à farinha de rosca, para empanar carnes, frango e peixes. Farinha de quinoa: é rica em ômega 3 e 6 e uma ótima opção para ser acrescentada a preparações como bolos, pães e massas.

Farinha de linhaça: possui lignanas, compostos benéficos que atuam no controle da tensão pré-menstrual (TPM), além de ser rica em fibras, vitaminas e minerais. Pode ser acrescentada no preparo de sucos, saladas, panquecas e bolos.   Farinha de banana verde:  é rica em amido resistente, uma fibra prébiótica que ajuda a melhorar o bom funcionamento do intestino, prevenindo, assim, constipação, azia e outros problemas. O amido resistente também auxilia no controle dos níveis de colesterol e glicemia. Pode ser utilizada em tortas e massas.  

Nenhum comentário

Para comentar neste Blog você deve ter consciência de seus atos, pois tudo que aqui é postado fica registrado em nossos registros. Tenha em mente que seu respeito começa quando você respeita o próximo. Lembre-se que ao entrar aqui você estará em um ambiente bem descontraído e por isso contribua para que ele sempre fique assim. Não esqueça que os comentários são moderados e só iram ao ar depois de uma analise e se passarem por ela iremos publicar, caso não ele será deletado. Para os novos comentários via Disqus ou Facebook a moderação não se faz necesária, já que o nome do usuário fica salvo nos comentários.
Obrigado pela visita e volte sempre.