Propaganda

Últimas Notícias

LBC realiza mais uma trilha das Paixões


Foi com muito prazer que o LBC realizou mais um pedal das Paixões que todos os anos os membros realizam como forma de agradecer a Deus e a Jesus pelos pedias abençoados que ele proporciona aos membros do Grupo. Quando o digital marcou 05 horas da manhã a galera levantou-se para se arrumar, afinal o pedal por ser especial começou um pouco mais tarde. A galera se reuniu na Praça da Bandeira às 06 horas e saiu para percorrer o caminho da Via Sacra das duas paróquias de Limoeiro. O pedal das Paixões começa com uma baita subida, a subida a Frei estevam, que é bastante elevado e poucas pessoas conseguem subir, mas com fé muitos conseguem subir, ou simplesmente fazendo aquele jogo de cintura. Após passar pelas primeiras estações os membros do LBC pararam para descansar, afinal aquela subida deixa qualquer um sem fôlego e seus instantes finais são os mais cruciais.



Muitos celebram a morte e ressureição de Cristo e matam o Judas, e falando em Judas ele esteve pendurado em vários locais demostrando a revolta de um polvo para com todos os descasos. Esse Judas malhado nos dias de hoje deixou de ser o Judas que traiu Jesus e passou a ser todos os problemas enfrentado por um povo sofredor que vê nos Cristo Crucificado uma forma de renascer para a vida. Falando em renascer, quem renasceu para os pedais com o LBC foi Carlinhos Naza que depois de muitos anos afastado do grupo regressa aos convívio dos amigos. Com muitas pessoas ainda descendo as ladeiras por conta da Via Sacra o pedal acabou sendo um pouco mais cuidadoso que o habitual. Ao chegar no Morro do Cristo Redentor a vista foi muito bonita, pois com ela um céu prestes a "desabar" com muita chuva. A parada para tirar fotos não faltou e ao chegar na Pedra da Cruz, as fotos ficaram ainda melhores, pois com menos gente no local a galera ficou mais a vontade. 

O próximo obstaculo dos bikeiros era descer a subida de Zé da Lona que por sinal estava um pouco complicado, tendo em vista as chuvas que ocorreram por lá e as pedras soltas deixaram o lugar um tanto quanto perigoso. Descer a galera até desceu, mas é cada buraco que eles vêem. Após descer  Zé da Lona, uma duvida paira no ar; Ir para casa ou esticar o pedal? Acabou que a maioria decidiu esticar aí o caminho se deu pela PE-90 e depois de adentrar por um caminho estreio a galera se depara com uma paisagem muito da hora. Entre subidas e descidas, uma pausa para apreciar o lugar e curtir momentos entre amigos. A chegada na Ruas das Flores foi tranquila e repleta de lama, coisa que os membros gostam demais. Por volta das 09 horas os cilistas aportaram no Bairro da Pirauira e de lá cada um seguiu seu rumo, pois cada um morava em uma localidade diferente. Assim ficou registrado mais uma edição do Diário de Bordo do LBC que volta domingo se assim Deus quiser. 
















Nenhum comentário

Para comentar neste Blog você deve ter consciência de seus atos, pois tudo que aqui é postado fica registrado em nossos registros. Tenha em mente que seu respeito começa quando você respeita o próximo. Lembre-se que ao entrar aqui você estará em um ambiente bem descontraído e por isso contribua para que ele sempre fique assim. Não esqueça que os comentários são moderados e só iram ao ar depois de uma analise e se passarem por ela iremos publicar, caso não ele será deletado. Para os novos comentários via Disqus ou Facebook a moderação não se faz necesária, já que o nome do usuário fica salvo nos comentários.
Obrigado pela visita e volte sempre.