Propaganda

Últimas Notícias

Projeto que apoia artistas independentes comemora um ano‏



Conectar pessoas através da identidade. Juntar as raízes de uma árvore que emana cultura. Esse é o caminho de quem promove a música e a arte distante dos holofotes da indústria do entretenimento. Foi com essa proposta que nasceu a Subcultura. Um local para apoiar os seus artistas e projetos independente, além de conhecer novas iniciativas, tudo isso em um ambiente que proporciona a troca de experiências, ideias e produtos. Enfrentando o preconceito, os estereótipos e resistindo. A Subcultura é uma loja urbana que tem como objetivo fomentar a música e os movimentos independentes através de discos de vinil, CDs , roupas e acessórios. A loja representa marcas como as locais Reggae pelo Reggae e D’Outro Jeito, além de artistas de todo Brasil, como Emicida, Criolo, Rael, Haikaiss, Cidade Verde, Cone Crew e Oriente.

No mês de março, o espaço completou um ano de atividade, funcionando no bairro da Boa Vista, Rua do Hospício, 194. Para comemorar esta marca alcançada, a Subcultura vai promover uma festa dedicada somente à música registrada em LPs. Serão dois toca discos, sete dj’s e muito som, com seleções que variam entre funk, soul, reggae, rock, MPB, entre outros. O evento ocorre no próximo sábado (09), a partir das 22h, no Mundo Novo, próximo ao pátio de Santa Cruz. Os dj’s 70 Polegadas, Aprendiz, Xandonauta, Charles, Rastonauta, Jah Leo, Memis Etiopia comandam a festa. A entrada custa R$10.

Leonardo Silva, criador do projeto, destaca a tradição histórica de Pernambuco na cultura de contestação além do esforço necessário para dar voz a essa quebra de hierarquia. “Nosso estado é muito forte nesse sentido. Vivemos numa terra em efervescência cultural constante. O Manguebeat representava fundamentalmente isso”, explica Leonardo, que lamenta a falta de apoio a importantes projetos que promovem a difusão de diversas culturas. “Vemos pouca evolução no alcance e na forma como as pessoas enxergam esses movimentos. A falta de estrutura e apoio dificulta os investimentos na área e somente alguns poucos conseguem sobreviver ao tempo, o que é uma pena, pois muita coisa de qualidade é produzida por aqui. O que fazemos é tentar entender nosso papel no empoderamento de toda uma comunidade que se alimenta dessa cena”, ressalta.


Subcultura – 1 Ano

Mundo Novo: Rua Velha, 307, Boa Vista

9 de abril de 2016, às 22h

Ingresso: R$10

DJ’s: Aprendiz, 70 Polegadas, Memis Etiópia, Jah Leo, Rastonauta, Charles, Xandomnauta

-- 
Maiara Melo

Nenhum comentário

Para comentar neste Blog você deve ter consciência de seus atos, pois tudo que aqui é postado fica registrado em nossos registros. Tenha em mente que seu respeito começa quando você respeita o próximo. Lembre-se que ao entrar aqui você estará em um ambiente bem descontraído e por isso contribua para que ele sempre fique assim. Não esqueça que os comentários são moderados e só iram ao ar depois de uma analise e se passarem por ela iremos publicar, caso não ele será deletado. Para os novos comentários via Disqus ou Facebook a moderação não se faz necesária, já que o nome do usuário fica salvo nos comentários.
Obrigado pela visita e volte sempre.