Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

A banda Pernambucana Slow key concede entrevista ao Coisas da Vida e fala sobre a carreira e os projetos futuros.

Entrevista com a Slow key


O Blog Coisas da Vida sempre vem dando espeço aos artistas e bandas locais divulgando lançamento de discos ou até mesmo singles e desta feita o blog resolveu dar aquela força a banda Slow key que esta na estrada desde 2011 buscando seu espaço entre as bandas pernambucanas que despontam no cenário nacional. Esta não é uma simples banda, pois eles sabem bem o que querem, pois eles ficam raízes na cultura mangue beat e outras culturas musicais, tendo como ponto de partida a Nação Zumbi que foi uma banda integrada por Chico Science que levou este ritmo a diversas localidades do Brasil e de outros países. Nossa reportagem se comprometeu em fazer uma entrevista bem divertida e repleta de detalhes sobre o antes, o durante e o hoje da banda. Tudo foi perguntado e destrinchado para que você leitor do Coisas da Vida possa saber de muitos detalhes sobre esta banda. Na entrevista foram entrevistados Wilton Alves (Voz/ Violão/ Guitarra Solo), Caio Lins (Baixo) e Hélder Santana (bateria). A entrevista ocorreu na casa de Wilton (Wil) e em um bate-papo bastante descontraído os integrantes da banda se soltaram e deixaram transbordar além de muita alegria toda trajetória da banda e seus perrengues, além de demostrarem toda emoção que rola por traz das outras bandas que eles participaram. Veja abaixo a entrevista na integra com os três integrantes da Slow Key.

A gravação foi feita com um Lumia 930 com Windows Phone 8.1 update 1 com o aplicativo The Sound record em modo stereo com redutor de ruido e em alguns momentos vocês verão sinal de notificações e sons ambientes. A primeira pergunta feita a banda foi Como surgiu a banda? Muitas perguntas foram feitas e entrevista em si tem a duração geral de 41 minutos com 55 segundos de muito conteúdos raros de uma banda em inicio de carreira e que quando despontar no cenário nacional poderá ter esta entrevista como base de uma entrevista bem descontraída e repleta de detalhes. No play abaixo esta postada a entrevista em sua integra e pode ser baixada e guardada para futuros arquivos de fãs ou museu da cena musical pernambucano do ano 2014 do século XXI. A voz do entrevistador não é lá essas coisas, mas esperamos que gostem, não da voz dele, mas da entrevista em si.

Postar um comentário

0 Comentários