Propaganda

Últimas Notícias

Espetáculo As Roupas do Rei em tom de despedida apresentou-se para uma plateia de crianças e adultos.

Foto do elenco de As Roupas do Rei

Foi em tom de despedida que a trupe do Galpão das Artes encenou pela ultima vez um espetáculo teatral no prédio da Severino Pinheiro. O Mês de maio foi um mês de grandes apresentações e cada uma delas únicas pelo fato de serem as ultimas na velha casa. As Roupas do Rei que é um espetáculo com direção de Luiz Navarro e texto de Cláudia Maria teve um mês todinho para animar a todos de Limoeiro e região. Como não poderia deixar de ser o ultimo domingo de maio ficou marcado pela ultima apresentação da companhia teatral neste prédio que há 12 anos foi celeiro de grandes atores e grandes espetáculos. Os atores atuais se despendem do grande público contando a história de um rei e todas as suas desventuras.  Não cabe neste texto falar sobre a peça, pois aqui mesmo no Coisas da Vida tem inúmeras matérias para tal finalidade. 

O que cabe aqui é tratarmos de uma despedida onde a “peça” encerra seu primeiro ato e parte para um novo ato com novos ares e casa totalmente refeita. Antes de começar a encenação Fábio André que é o produtor executivo da peça falou da satisfação em ter todos os presentes neste ultimo dia de espetáculo e frisou em seu comentário o quanto os 12 anos de Galpão representou para os atores. Na apresentação os atores mesclaram musica, bonecos molengos e muita alegria que contagiou os pequenos que como prova de gratidão soltava o riso e interagiam com os atores que em cena demostravam todo o talento do teatro limoeirense. Para quem ainda não conhecia o Ponto de memoria e cultura também se fez portas  abertas para receber um público cativante e mostrar o melhor das brincadeiras infantis. 

 Após o termino do espetáculo os atores Jadenilson Gomes e Charlon Cabral também deram seu depoimento como membros e fundadores da companhia teatral Consultoria de Ação Cultural Galpão das Artes que também é Ponto de Memoria e Cultura. No ensejo foi falado o nome do novo local que irá abrigar a casa teatral por muitos anos. O novo endereço será na Rua Vigário Joaquim Pinto entre a Churrascaria Limoeirense e a revenda da Honda, a Motorak. O espaço terá que ser todo adaptado e para tal façanha será necessário tempo e por isso os espetáculos em "casa" só iram acontecer em 2014, mas não pensem que o Galpão vai parar durante este tempo. 

Os espetáculos iram acontecer na rua e em outras cidades de nosso estado. No ensejo também foi anunciado a saída da atriz Kettuly Muniz que a partir de agora irá constituir matrimonio e família deixando o teatro adormecido para quem sabe ter uma volta gloriosa. O que resta a todos nós de Limoeiro e região e desejar boa sorte ao amigos e companheiros, ficando na torcida para que o Novo Galpão surja tão radiante quanto o velho se despediu.

Confira mais fotos...

Antigo prédio do Galpão [memoria viva por muitos anos]

Encenação do espetáculo As Roupas do Rei

Esposição de brinquedos no Ponte de Cultura e Memoria

Crianças vislumbradas com os brinquedos

Fábio André na recepção do público

Quadros expostos sobre brincadeiras

O amor pelo teatro passando de geração em geração

Nenhum comentário

Para comentar neste Blog você deve ter consciência de seus atos, pois tudo que aqui é postado fica registrado em nossos registros. Tenha em mente que seu respeito começa quando você respeita o próximo. Lembre-se que ao entrar aqui você estará em um ambiente bem descontraído e por isso contribua para que ele sempre fique assim. Não esqueça que os comentários são moderados e só iram ao ar depois de uma analise e se passarem por ela iremos publicar, caso não ele será deletado. Para os novos comentários via Disqus ou Facebook a moderação não se faz necesária, já que o nome do usuário fica salvo nos comentários.
Obrigado pela visita e volte sempre.