Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Reality gamer da Motorola tem final emocionante e revela cinco pro players que vão representar o Flamengo Esports



A grande final do reality PWR2Game, realizado pela Motorola e produzido pela BBL, foi transmitida na última quinta-feira (16) no Tik Tok, e revelou os cinco melhores pro players da competição. O programa, primeiro do segmento no Brasil, teve como objetivo descobrir novos talentos dos e-sports e os vencedores Hades, Tweets, BlackOut, Irotah e Haru, serão convidados para assinar um contrato de seis meses para representar a equipe Flamengo Esports, time brasileiro de esportes eletrônicos vinculado à tradicional equipe de futebol, no jogo League of Legends: Wild Rift, da Riot Games. O reality contou com 20 participantes que disputaram diversas provas para demonstrar suas habilidades em games. Após dias de confinamento, restaram 10 players, divididos entre duas equipes, que se enfrentaram na final.

A decisão que consagrou os campeões teve como base as performances individuais ao longo da competição, com avaliações feitas desde o primeiro ao último jogo. Os vencedores continuarão produzindo conteúdo exclusivo nas redes sociais da Motorola e também darão dicas de jogos e como jogar, nas plataformas proprietárias da marca. Acompanharam o último episódio a executiva Juliana  Mott, head de Marketing da Motorola Brasil, Pedro Mendes, atleta do Flamengo, Djoko, Caju, Mari Ayres, Ravena e Tonelo. Para Juliana Mott, presenciar a grande final não poderia ter sido mais emocionante. “Os jogadores mostraram garra até o último minuto. Todos tinham condições de vencer. Tenho certeza que os campeões terão um futuro brilhante representando a equipe do Flamengo. Torço para que os demais não desistam dos sonhos e continuem se dedicando ao esporte que amam, pois têm muito ainda a ganhar”, afirmou.

“A competição foi linda do início ao fim. A vontade de dar o melhor e o brilho no olhar, com a possibilidade de chegar à final, fazendo parte do time de Esports do Flamengo, era contagiante. Já passei por outros realities antes, mas nunca tinha encontrado um elenco com tanta vontade de vencer dentro do programa. Realmente, foi emocionante e me fez enxergá-los como jovens inspiradores, além de ótimos pro players”, revelou Bruna Leonardi, diretora da atração.

O projeto

Em formato inédito, criado e desenvolvido pela BBL, empresa one-stop-shop especializada em games e e-sports, o reality gamer teve como objetivo criar novas oportunidades que pudessem mudar a vida dos participantes. O projeto contou com recursos e tecnologia de ponta para que os players pudessem desenvolver e aprimorar suas habilidades e mais de 100 pessoas envolvidas na produção. O programa recebeu milhares de inscrições e, após um mês confinados disputando diversas provas, por meio de um game e com um celular Motorola nas mãos, cinco jovens tiveram suas vidas modificadas. 

Para Maíne Gurzoni, CBO e Growth da BBL, a parceria com a Motorola foi capaz de realizar sonhos que não se restringiram aos ganhadores: “O universo gamer traz inúmeras oportunidades para os jovens e esse foi o nosso foco ao criar e desenvolver o reality que culminou nesta parceria de sucesso. Conseguimos proporcionar novos caminhos para jovens de muito talento. Para nós da BBL, apaixonados por games e e-sports, foi um prazer ajudar esses meninos a alcançarem seus objetivos. Esperamos por novas iniciativas dentro do universo gamer", reforçou a executiva.

Os vencedores 

As expectativas para campeões integrarem a equipe do Flamengo Esports são altas. “Queremos que esses jogadores brilhem no nosso time, assim como se destacaram na competição. O resultado deles durante todo o programa foi animador. Além disso, a vontade explícita no olhar de cada um deles nos incentiva, cada vez mais, a integrá-los no elenco o quanto antes. Estamos muito felizes com a chegada de todos, e animados pelo que virá com esse início de contrato”, destacou o atleta Pedro Mendes.

Ao vencer o programa, Haru declarou que “A sensação de realização é muito grande. Fui muito subestimado no começo do programa e, agora que ganhei, a vitória veio bem mais saborosa. Fico contente de poder jogar com pro players tão bons e pelo apoio de tantas pessoas. Espero alcançar as expectativas impostas e melhorar ainda mais. Poder representar o Flamengo e a Motorola é um peso muito grande, mas confio que vou me sair bem”.

Para Hades, a saudade foi um dos maiores desafios do confinamento: “Senti falta da família e dos amigos. Quanto ao nível dos participantes, a grande maioria é de nomes que eu já costumava enfrentar no High Elo, então, considero que qualquer um ali, com os devidos ajustes, teria nível para representar o Flamengo”.

O programa contou com a participação de 20 jogadores de todas as partes do Brasil, que foram confinados na mansão Motorola PWR2Game, em São Paulo, onde tiveram suporte completo nos treinos enquanto passavam por provas para continuar na disputa. A Motorola não confirma uma segunda temporada do reality, mas também não descarta essa possibilidade.

Postar um comentário

0 Comentários