Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Projeto Suape Incentiva estimula empreendedorismo entre moradores de 7 municípios


Muita expectativa por conhecimento, vontade de aprender e de colocar os sonhos em prática, garantindo, assim, uma profissão e o sustento mensal. Essas são algumas das expectativas dos alunos dos cursos e oficinas do Suape Incentiva, projeto de inclusão socioprodutiva lançado pela empresa em parceria com o Sebrae-PE em sete municípios do território estratégico do Complexo Industrial Portuário.

A primeira etapa do programa teve início, há alguns dias, após avaliação técnica realizada por técnicos do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) nas comunidades selecionadas. O objetivo do diagnóstico foi entender o cenário de cada região e atender às principais necessidades de cada localidade.

Os 7 municípios mapeados foram Cabo de Santo Agostinho, Ipojuca, Escada, Ribeirão, Sirinhaém, Rio Formoso e Moreno. Entre os temas abordados nos encontros estão: empreendedorismo, inovação, marketing digital e liderança. As aulas são ministradas por professores da instituição parceira. Após a conclusão dos cursos, os alunos receberão certificados. “O projeto tem como ênfase o protagonismo feminino, pois o grupo compõe 93% das pessoas entrevistadas durante a visita técnica, e os jovens com idade entre 16 e 24  anos. O objetivo é estimular a iniciação dessas pessoas em atividades produtivas e rentáveis”, afirma o diretor de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Suape, Carlos Cavalcanti.

Para o comerciante João Victor de Moura, 23 anos, morador de Sirinhaém, os cursos chegam em boa hora para complementar os estudos e preparar as pessoas para montar o próprio negócio. “Eu trabalho no comércio e eu sempre dou sugestões e ideias para expansão das atividades por aqui. Meu sonho é ter o meu próprio negócio aqui mesmo em Sirinhaém, porque eu consigo enxergar diversas oportunidades de trabalho”, salienta.

O sonho de empreender também é compartilhado por Rita de Cássia, também moradora de Sirinhaém. “Quero dar um futuro melhor para minha bebê, ter conhecimento na área, crescer. Buscar um futuro melhor para mim e para ela. Quero ter meu próprio salão de beleza”, conta Rita, que tem 22 anos e está no oitavo mês de gestação.

Deyse Santos, 29 anos, residente em Ribeirão, também acredita que o Suape Incentiva a ajudará a ter o próprio negócio no segmento de culinária. “Esse projeto vai nos motivar e a nos ensinar a crescer como empreendedoras. Eu vendia bolo de pote com minha mãe e espero voltar a essa atividade futuramente, mas como empreendedora”, pontua.

A vontade de empreender é um dos sonhos da artesã Zenilda Maria, 44 anos. “Eu amo o que faço e, nesse curso, enxergo uma forma de aprender a investir no meu próprio negócio. Acredito que, após passar por essa capacitação, poderei expandir meu trabalho”, comenta.

Entre as informações coletadas no diagnóstico do Sebrae-PE estão a necessidade de ações voltadas para o coletivo, em construção conjunta de mobilidade e articulação do território e fomento ao empreendedorismo na região.  “Ao final do convênio entre o Complexo de Suape e o Sebrae, com duração de 24 meses, estamos convictos que as 250 pessoas selecionadas possam sair da situação de vulnerabilidade social e começar uma vida nova, empreendendo e gerando renda para o sustento próprio e da família”, finaliza Carlos Cavalcanti.

Postar um comentário

0 Comentários