Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Suape inicia obras de pavimentação do acesso viário à secular Vila Nazaré



O Complexo Industrial Portuário de Suape inicia, na próxima semana, as obras de pavimentação da principal via de acesso à Vila Nazaré, comunidade histórica localizada no Parque Metropolitano Armando Holanda Cavalcanti, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife. A intervenção urbanística, que já conta com a chancela do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) e de outras entidades envolvidas, beneficiará centenas de moradores da região e melhorará a infraestrutura turística local. O projeto tem prazo de execução de 120 dias e o custo da obra está orçado em R$ 612.700,00. O projeto de requalificação viária conta com a parceria da prefeitura do município.

A última etapa antes do início da intervenção foi realizada na tarde de quarta-feira (8). Uma equipe técnica formada por profissionais de diversas diretorias de Suape detalhou o projeto aos residentes, que puderam fazer questionamentos e dar sugestões para o melhor andamento dos trabalhos. “É uma intervenção que será muito importante para a Vila Nazaré. A melhoria do acesso ajudará no crescimento do turismo e trará benefícios econômicos para todos que aqui moram e trabalham”, ponderou a aposentada Oneida Tibúrcio, representante da comunidade e que vive na vila há 75 anos.

O sentimento é compartilhado pelo analista de sistemas Mardônio Cavalcanti, representante da sociedade civil no Conselho Gestor Paritário do Parque Metropolitano Armando Holanda Cavalcanti. “Há tempos que discutimos, dentro do conselho gestor, a questão de alavancar o turismo nessa área. Há projetos que queremos trazer para cá e essa obra é um passo importante para isso. Hoje os ônibus nem conseguem entrar e com o acesso calçado o benefício chegará para todos. Espero que, futuramente, também possamos calçar os acessos até Calhetas, Paraíso e Barra”, acrescentou.      

A pavimentação da via facilitará a mobilidade na comunidade, que reúne várias relíquias seculares, como a Igreja de Nossa Senhora de Nazaré e as ruínas do Forte de São Francisco e da Casa do Faroleiro. Para não interromper o fluxo de veículos, a obra será realizada por etapas. A intervenção ocorrerá entre o início da Rua do Sol até a Casa do Faroleiro, numa extensão de cerca de 600 metros. Será composta por blocos de paralelepípedos, com passeios para pedestres em piso intertravado.

A área também ganhará rede de drenagem, placas de sinalização e iluminação pública. Nas proximidades das edificações de interesse cultural também serão construídos passeios com material em cor e textura diferenciados, de modo que esse recurso possibilite uma sinalização visual indicativa para os visitantes. “Essa obra simboliza nosso compromisso com a sustentabilidade do território de Suape e com a consolidação do Parque Metropolitano Armando de Holanda Cavalcanti, proporcionando melhores condições de vida para os moradores da vila e ajudando a desenvolver o turismo na região”, pontuou o diretor-presidente de Suape, Roberto Gusmão.

Postar um comentário

0 Comentários