Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

IDC Forum Future of Intelligence LatAm comenta desafios pós-pandemia e organizações inteligentes e resilientes



Com o impacto da pandemia, as empresas precisam transformar seus negócios com resiliência e inteligência. Essa foi uma das conclusões de Chandana Gopal, diretora de Pesquisa sobre o futuro da inteligência da IDC, líder em inteligência de mercado, serviços de consultoria e conferências para as indústrias de Tecnologia da Informação e Telecomunicações durante o IDC Digital Forum Future of Intelligence LatAm.

Segundo Gopal, além da Covid-19 ter acelerado para meses a transformação digital que se pensava levaria anos e novas formas de trabalho terem sido adotadas no período, uma das mudanças mais importantes foi a resiliência das empresas, que passaram a ter capacidade de responder rapidamente a interrupções e restaurar as operações de negócios de maneira oportuna, usando recursos digitais para gerar oportunidades nessas novas condições. "As empresas entenderam que as rupturas precisam ser integradas aos seus modelos de negócio, a fim de se prepararem para novos cenários comerciais e terem planos que lhes permitam se adaptar rapidamente, onde um dos elementos-chave é a inteligência".

Gopal também destacou que o futuro da inteligência é definido como a capacidade de uma organização de aprender, combinar e sintetizar informações e aplicar em escala o conhecimento resultante. "São capacidades ativadas por monitoramento, aprendizado, explicação e adaptação continua, marcas registradas das soluções baseadas em IA, orientadas por dados e prontas para a produção no núcleo das plataformas de tecnologia inteligente", explica.

A especialista da IDC explicou que alguns dos benefícios adicionais identificados pelo uso de TI para melhorar a inteligência de negócios são:
• Menor tempo para compreensão de cenários.
• Redução de custos.
• Maior aquisição de clientes.
• Menor time to market (tempo para lançamento de produtos ou serviços).


Fonte: Tendências de Investimento em TI 2H 2020 - IDC América Latina, novembro de 2020


Enrique Phun, analista sênior de software e cloud na IDC América Latina, acrescentou que as organizações podem iniciar as mudanças alinhando as iniciativas de tecnologia aos objetivos do negócio, tais como satisfação do cliente, produtividade, desenvolvimento de novos produtos e serviços. "É preciso uma mudança na cultura organizacional, com a informação sendo o movimento natural para uma nova era, os dados como o ‘novo petróleo’ e a resiliência e agilidade como os maiores valores das empresas".

Também participaram do IDC Digital Forum Future of Intelligence LatAm: San-Hao, vice-presidente de desenvolvimento de negócios em Cloud, e Amin García, gerente técnico, ambos da Huawei Cloud América Latina; Miguel Álvarez, vice-presidente de estratégia da indústria, e Dulce Zazueta, gerente de projetos de nuvem da Blue Yonder; Alessio Hagen, diretor de Cidades Digitais da Dell Technologies Latin America; Ramón Kolb, diretor de desenvolvimento de Interações Inteligentes da Nuance Communications; e Jair Moscosa, engenheiro de Cloud da Oracle.

Postar um comentário

0 Comentários