Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Dia dos Namorados: vendas em restaurantes saltam 32%



O Dia dos Namorados (12) deste ano foi marcado pela predominância dos cupons de desconto no varejo de moda e pelo crescimento dos tickets médios em comparação com os últimos anos. Um levantamento da Linx, líder em tecnologias para o varejo, em parceria com a FGV IBRE, aponta que o brasileiro gastou mais durante a data com moda e serviços de alimentação (como restaurantes) e menos com varejo de alimentação (supermercados e similares). Após sequência de quedas em 2019 e 2020, a média das compras de moda cresceu 8,6% em 2021 em relação ao ano passado, com destaque especial para serviços de alimentação, que saltou 32,9% neste ano.

O relatório ainda revelou que o consumidor preferiu gastar mais em presentes como roupas e acessórios do que investir em um jantar a dois fora de casa. O ticket médio no setor de moda em 2021 foi de R$ 236,42, enquanto em serviços de alimentação e varejo de alimentação as compras giraram em torno de R$ 39,58 e R$ 69,96, respectivamente. A média de consumo também foi impulsionada pelos descontos oferecidos: em moda, os cupons com valores acima de R$ 200,00 representaram 82,6% dos cupons que obtiveram desconto. Já para o setor de serviços de alimentação, os cupons com valores abaixo de R$ 50,00 representaram cerca de 71,4% dos cupons que obtiveram desconto.

Durante a semana do Dia dos Namorados, o setor de moda, que vinha com faturamento abaixo ao dos outros setores, disparou em movimentação, tendo seu pico entre sexta-feira e sábado. O faturamento do setor no dia 12 representou 15% do faturamento total do período analisado. Já os segmentos de serviços de alimentação e varejo de alimentação tiveram movimentação parecida: o faturamento apresentou um comportamento crescente a partir da quinta-feira antecedente ao dia 12, registrando seus picos no sábado do Dia dos Namorados.

Sudeste concentrou mais de 50% do faturamento das vendas

Os consumidores de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais puxaram a performance do varejo neste Dia dos Namorados, principalmente com roupas e artigos de moda. São Paulo foi o estado como o maior índice nos três segmentos, com 32,2% do faturamento de moda e 32,4% em ambos os setores de alimentação (serviços e varejo). Rio de Janeiro, com 10,2% e Minas Gerais com 8,8%, vêm logo em seguida registrando esses mesmos percentuais de faturamento nos três setores.

Os números foram obtidos a partir da base de dados dos softwares da Linx, em que foram analisados mais de 29 milhões de notas emitidas nos onze dias que antecedem a data, além do próprio Dia dos Namorados, dos anos 2018, 2019, 2020 e 2021. Os itens são referentes ao setor moda, serviços de alimentação e varejo de alimentação.

Postar um comentário

0 Comentários