Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Congresso Nacional deve aumentar o número de cães farejadores na segurança e detecção de materiais




O número de cães farejadores que reforçam a segurança das pessoas que frequentam o Congresso Nacional deve aumentar no próximo semestre. O projeto foi discutido entre o deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE) e o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL). Atualmente, dois animais já atuam na equipe: um Pointer Inglês e um Pastor Alemão. Um terceiro cachorro, a cadela Margaux, está em treinamento no Departamento da Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados (Depol).

“O Congresso tem um grande fluxo de pessoas. Entre visitantes, autoridades e funcionários, são mais de 150 mil pessoas que transitam anualmente na Câmara e no Senado.  Todo reforço que vier para garantir a segurança e preservar vidas é bem-vindo. Para os cães, a atividade é uma brincadeira, mas nós sabemos a importância e o êxito que estes animais têm na função. Além disso, é reconhecido que a presença de cães no ambiente de trabalho traz benefícios, como redução do estresse, mais harmonia e promove a saúde mental e aumenta a produtividade”, explica Eduardo da Fonte. O uso de cães farejadores no Congresso Nacional começou em 2019, os animais são adestrados para segurança, integridade física e material das pessoas, além da detecção de materiais, como armas e explosivos.

*foto internet

Postar um comentário

0 Comentários