Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Prefeitura de Limoeiro intensifica ações para concluir Casa da Cultura



Entregar à população a Casa da Cultura de Limoeiro. A meta estabelecida pelo prefeito Orlando Jorge desde o planejamento da gestão municipal caminha para ser alcançada ainda este ano. Sob a coordenação da Secretaria de Infraestrutura, a obra de reforma e revitalização do prédio do antigo açougue público foi retomada depois de uma série de demandas administrativas exigidas no projeto que estavam pendentes. 

“Há alguns anos, a sociedade aguarda esse espaço, principalmente, artistas e artesãos. Teremos uma casa de produção cultural que vai refletir na geração de renda. Será um importante instrumento de incentivo ao turismo de Limoeiro. Seguimos empenhados na resolução das pendências ao mesmo tempo em que tocamos a obra dentro do que cabe à prefeitura. Queremos, o quanto antes, entregar ao povo mais um patrimônio”, declarou Orlando.

De acordo com o secretário da pasta, Elias Vieira, alguns serviços estruturais estão em andamento. “Hoje, estamos fazendo o reforço estrutural em perfis metálicos e o muro de arrimo para proteção de todo o prédio. Já realizamos a recuperação do telhado e o nivelamento do piso”, detalhou. Ele também adiantou que, nesta sexta-feira (7), os representantes da prefeitura, da secretaria estadual de Turismo e da construtora responsável pela execução do projeto estarão reunidos para alinhar a conclusão da obra. 

Os recursos são do Governo Federal, por meio do Ministério do Turismo, repassados através de convênio firmado com o Governo do Estado desde 2009. “Foram várias tentativas de reinício em outros anos, mas pela quantidade de modificação do projeto inicial ocorreram muitas divergências com a construtora. Este ano, o município fez um ofício para secretaria de Turismo de Pernambuco solicitando uma visita dos engenheiros para resolvermos a situação em definitivo”, explicou o secretário.

O andamento da obra está sendo possível por causa do cumprimento das exigências estabelecidas dentro do prazo. “Foram dadas várias adequações para que realizássemos as exigências e a construtora voltasse para obra. Todas as exigências foram cumpridas dentro prazo solicitado. O valor do repasse foi de R$ 487.500 em 2009. Temos a informação de que foi pago 38,75% do total”, pontuou Vieira. O prédio histórico integra um complexo arquitetônico de décadas passadas que embeleza o centro da cidade.




Postar um comentário

0 Comentários