Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Atenção Básica de Limoeiro intensifica monitoramento dos casos de Covid-19




Considerada a porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS), as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) têm papel fundamental na prevenção contra o novo coronavírus. No município de Limoeiro, as 19 unidades espalhadas pela cidade e zona rural têm sido responsável pelo monitoramento dos pacientes de casos suspeitos e confirmados para Covid-19 na fase de isolamento social. Quando o quadro clínico exige tratamento mais intensivo, a equipe da Atenção Básica procede com o encaminhamento e acompanhamento.

No plano de ação das unidades de saúde também estão os testes para identificar ou descartar a presença do novo coronavírus nos pacientes. Atualmente, o município dispõe de dois tipos: RT-PCR (swab) e teste rápido. “O primeiro teste é realizado até o sétimo dia do início dos sintomas, podendo se estender até o décimo, caso o usuário ainda esteja com sintomas. O teste rápido deve ser realizado após dez dias do início dos sintomas”, explica a enfermeira Emmanuela Kethully, coordenadora da Atenção Básica.

Segundo Emmanuela, o trabalho desenvolvido pela Secretaria Municipal de Saúde objetiva a detecção precoce da doença. “A prioridade é detectar a doença precocemente para que possamos iniciar o tratamento em tempo oportuno, por isso, estimulamos a realização do RT-PCR”, reforça. Para a solicitação dos dois tipos de testes, ela lembra que o usuário (paciente) precisa ser notificado no Sistema de Informações do Ministério da Saúde (E-SUS VE).

Nas UBSs de Limoeiro, os dados são lançados no sistema com o acompanhamento da Coordenação da Atenção Básica, o que garante a realidade do cenário local e transparência para profissionais e população. “Essa notificação é realizada pelo profissional da Unidade Básica de Saúde (enfermeiro ou médico). Após a notificação no sistema, o profissional já realiza a solicitação da testagem a depender dos dias após o início dos sintomas”, explica Kethully.

Enquanto aguardam a realização do exame, seguindo o protocolo estabelecido pela Secretaria de Vigilância em Saúde, os pacientes são orientados e permanecer em isolamento domiciliar. De acordo com a coordenadora, essas pessoas assinam um termo de compromisso de isolamento. A partir daí, passam a ser monitoradas pela UBS do território domiciliar. Caso o teste apresente resultado positivo para Covid-19, os contatos intradomiciliares (moram na mesma casa) também são testados, mesmo que não apresentem sintomas.

“A partir do primeiro sintoma o paciente deve procurar a unidade de saúde. Qualquer sintoma não deve ser negligenciado. Nós não queremos que nossos usuários passem para a emergência sem serem acompanhados pela UBS”, alerta a enfermeira. Quanto ao prazo para os testes, ela detalha que o tipo RT-PCR não demora, pois é feito nos primeiros dias dos sintomas. “Caso ultrapasse dez dias, o usuário não poderá mais fazer RT-PCR”, completa. Em caso de dúvida, o cidadão deve procurar informação segura no posto mais próximo de sua casa.

*Foto Wilker Matos

Postar um comentário

0 Comentários