Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Pandemia motiva prorrogação do estado de calamidade pública em Limoeiro



Por meio de decreto municipal, o prefeito de Limoeiro, Orlando Jorge, manteve o “Estado de Calamidade Pública” por conta da pandemia do novo coronavírus. O documento terá validade por mais 180 dias a contar dessa quarta-feira (06 de janeiro de 2021). “Os órgãos e entidades da Administração Pública Municipal continuarão a adotar todas as medidas necessárias ao enfrentamento do Estado de Calamidade Pública", diz trecho do decreto.  

No documento, o prefeito lembra que “a cada dia tem se confirmado novos casos de pessoas contaminadas com a COVID-19, comprometendo substancialmente a capacidade de resposta do poder público; além da proximidade de Limoeiro com a capital pernambucana, cidade que concentra a maioria dos casos confirmados no Estado, circunstância que impõe maior rigor na observância das restrições sanitárias e, consequentemente, afeta diretamente as atividades econômicas desenvolvidas no município, gerando considerável queda na arrecadação do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza”. 

 O chefe do executivo ainda ressalta “a inexistência de um cronograma definido de início e de conclusão do processo de imunização da população brasileira contra o coronavírus”. Ao assinar o decreto, Orlando reconheceu a necessidade de manutenção das medidas sanitárias e administrativas voltadas ao enfrentamento da pandemia decorrente do vírus, o que motivou a prorrogação do estado de calamidade pública em todo o território municipal. O decreto na íntegra pode ser conferido no Diário Oficial dos Municípios.  

Postar um comentário

0 Comentários