Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

MP Digital é a nova ferramenta facilitadora de trabalho para membros e servidores



Em mais uma entrega de soluções tecnológicas inovadoras, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), por meio da Secretaria de Tecnologia e Inovação (STI), da Coordenação de Design e Inovação (Codei) e da equipe de Ciência da Informação, lançam o MP Digital. A ferramenta consolida e agrega dados dos sistemas SIM e Arquimedes, usados por membros e servidores. 


Assim, em uma única plataforma, serão encontradas informações dinâmicas sobre acervo e movimento das Promotorias e Procuradorias de Justiça. Com isso, o membro terá acesso por meio de login e senha a uma aplicação intuitiva e rica, contendo o acervo das suas promotorias, dividido em judicial e extrajudicial, por tipo, por cargo, por sistema (Arquimedes ou SIM), procedimentos em atraso, autos sem movimento, gráfico de evolução do acervo, e ainda uma tabela analítica com informações detalhadas de cada procedimento que compõe o acervo.


O MP Digital mostrará ainda a evolução desses movimentos e o passo a passo, pois será possível filtrar dados por ano, mês, cargo e sistema. Ou seja, com o novo produto, se pode acessar a qualquer momento informações atualizadas, com a possibilidade de navegação dinâmica, obtendo um retrato efetivo da atuação ministerial em cada processo.


Em breve, será disponibilizado também o cruzamento de dados da atuação ministerial com indicadores sociais, mostrando a efetividade do membro do Ministério Público. E, por meio de técnicas avançadas, com o MP Digital será possível realizar predições com os dados disponibilizados, auxiliando o promotor e o procurador de Justiça nas suas atividades cotidianas. 


Importante destacar que os mesmos dados apresentados aos membros por meio dessa aplicação são também consumidos pela Corregedoria-Geral do MPPE por meio de visões complementares. Isso garante maior transparência e facilidade no trabalho de cada membro na gestão de suas promotorias e procuradorias. 


O MP Digital foi desenvolvido totalmente pela equipe de BI (business intelligence) da STI, contando com a experiência da Ciência da Informação da Instituição. Faz parte da agenda da STI promover a cultura de uso de dados para tomada de decisão e proporcionar novas ferramentas e relatórios para controle e monitoramento de informações diversas, incluindo a atuação das Promotorias de Justiça do MPPE.


A STI detectou a problemática de uso concomitante de diversos sistemas na Instituição, assim como a ausência de ferramentas mais eficientes para gestão de produtividade e a necessidade de utilização de dados externos para tomada de decisão. Com o diagnóstico, foi estabelecido um amplo programa de construção de painéis de BI, provendo novos serviços de TI aos usuários.


“O MP Digital é uma ferramenta que coloca o membro na condição de gestor de seu acervo, dando-lhe informações atualizadas para tomada de decisões e melhor direcionamento de sua força de trabalho, além da priorização de sua atuação ministerial. Com isso, ele terá mais transparência acerca da situação das promotorias que é vinculado. Mais uma entrega fruto do trabalho interno da equipe da STI”, explicou o secretário de Tecnologia e Inovação do MPPE, Antônio Rolemberg.


Já o procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros, analisa o MP Digital como uma solução para um dos grandes problemas dos membros do MPPE: ter acesso de forma atualizada, dinâmica e real da atuação ministerial de suas Promotorias e Procuradorias de Justiça. “Nessa mesma plataforma será possível acessar às informações do SIM e Arquimedes numa mesma ferramenta, o que facilitará muito o trabalho diário dos membros, pois se terá um retrato fiel do acervo e movimentos, mantendo toda a transparência, já que é a mesma visão da Corregedoria”, garantiu o procurador-geral. 


“É uma entrega fantástica, que mostra o nível da nossa equipe de TI, Ciência da Informação e do MPLabs. Ela consolida todo o trabalho que foi feito nesses últimos três anos, com prioridade e investimentos em tecnologia e inovação. E ressalta a alta capacidade da nossa equipe da STI, que, mesmo sem toda a estrutura adequada, se destaca a nível nacional e consegue realizar entregas como essa", complementou Francisco Dirceu Barros.


A iniciativa da Procuradoria Geral de Justiça em adquirir a Plataforma Microsoft Power BI, no 2º semestre de 2020, viabilizou o acesso de todos os usuários.


Cronograma - Desde 18 de dezembro que o projeto-piloto do MP Digital ocorre em algumas Promotorias de Justiça. Cabe a elas validar, até 16 de janeiro que vem, todas as informações e assegurar a confiabilidade dos acervos e movimentos. A partir dessa validação, começará a implantação em todo o Estado, em cinco etapas. Em breve será divulgado o calendário de implantação.


Na sexta e última etapa, se dará a criação de novo Portal da Transparência para o cidadão, com diversos painéis para acompanhamento da atuação do MPPE.


Assista à demonstração do MP Digital aqui: https://youtu.be/ob5amDx_8fc

Postar um comentário

0 Comentários