Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

revista Istoé Dinheiro premia a COMPESA como a melhor empresa do setor de serviços públicos do país




Os investimentos sistemáticos da Compesa em projetos para levar mais saúde e qualidade de vida aos pernambucanos têm trazido reconhecimento nacional e resultados concretos. Depois de ser campeã no setor Água e Saneamento entre as empresas participantes do prêmio Época Negócios 360°, da Editora Globo, em setembro, a Compesa foi eleita a melhor empresa de Serviços Públicos do país pela Revista IstoÉ Dinheiro, na 16ª edição do anuário “As Melhores da Dinheiro 2020”. A presidente da Companhia, Manuela Marinho, participou da cerimônia virtual de anúncio dos vencedores na noite desta terça (06), em uma live exibida nos canais oficiais da IstoÉ Dinheiro.

O reconhecimento da Compesa em um prêmio de escala nacional tem respaldo em uma estratégia clara da Companhia de investimentos precisos visando à universalização do saneamento. Nos últimos dez anos, os investimentos em obras de ampliação de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto representam R$ 7,5 bilhões. “Tal estratégia tem sido viabilizada pelas parcerias firmadas ao longo dos últimos anos com governos federal e estadual, bancos internacionais, bancos nacionais privados e públicos e empresas privadas, resultado do esforço da gestão para obter fluxos contínuos de investimentos. Tudo isso tornou a empresa referência nacional entre as companhias de saneamento”, comemora a presidente Manuela Marinho.
 
Além dos investimentos previstos, em 2020 a Compesa montou um plano de enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. As medidas emergenciais adotadas, alinhadas às estratégias do Governo de Pernambuco, posicionaram o Estado entre uma das únicas unidades da federação que apresentaram planos de ação para garantir o abastecimento de água e o esgotamento sanitário no período da pandemia. Em março, a Compesa estruturou o Comitê de Acompanhamento e Combate ao Coronavírus, responsável pela implementação e monitoramento das ações estratégicas de reforço no abastecimento da população pernambucana.
 
Para 2021, a meta é seguir trabalhando para equilibrar os índices de saneamento em todo o Estado. Para isso, as 15 cidades que compõem a Região Metropolitana do Recife (RMR) estão inseridas no Programa Cidade Saneada, a maior Parceria Público Privada do Saneamento do Brasil. O objetivo é aumentar de 30% (início do Programa) para 90% o índice de cobertura de esgoto nessas cidades até o ano de 2037, beneficiando cinco milhões de pessoas. Estão previstos investimentos de R$ 6,7 bilhões. Várias cidades já estão recebendo obras de esgoto na RMR: Recife, São Lourenço da Mata, Jaboatão dos Guararapes e Goiana.

Os investimentos também se voltam para o interior, por meio de programas robustos e estruturadores. O Programa de Saneamento Ambiental da Bacia do Rio Ipojuca (PSA) vai beneficiar 1,2 milhão de pessoas de 11 cidades do Agreste, com um investimento de U$ 330 milhões de dólares, recursos do Governo de Pernambuco e BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). Já Programa de Sustentabilidade Hídrica de Pernambuco (PSH) abrangeu, dentre outras ações, obras de implantação de sistemas de esgotamento sanitário em Santa Cruz do Capibaribe e Surubim, e a elaboração de projetos para 16 municípios. O PSH aportou U$ 190 milhões de dólares, recursos financiados pelo Governo do Estado junto ao Banco Mundial para beneficiar 3,5 milhões de pessoas.

Em termos de obras estruturadoras, grandes empreendimentos estão em curso, a exemplo da Adutora do Agreste, Adutora de Serro Azul, Adutora do Alto Capibaribe e o Sistema dos Poços de Tupanatinga, ações que vão mudar a realidade da população do Agreste, que sofre com a escassez de recursos hídricos nessa região. A Compesa segue investindo em todo o Estado, uma vez que o Governo de Pernambuco tem no saneamento uma de suas maiores prioridades.

Postar um comentário

0 Comentários