Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Ginásio de Limoeiro: obra 4% executada, R$ 292 mil gastos e cenário de abandono



A tão sonhada construção do ginásio poliesportivo regional de Limoeiro continua paralisada. A contratação entre a prefeitura e a CAIXA foi assinada no dia 22 de dezembro de 2015, e a publicação no Diário Oficial da União (DOU) ocorreu seis dias depois. De acordo com o portal de Acompanhamento de Operações da Caixa Econômica Federal (CAIXA), a obra tem apenas 3,98% executada.

A construção do ginásio custará R$ 8.645.008,05. Desse total, R$ 8 milhões serão oriundos do Governo Federal, por meio de recursos aportados no Orçamento Geral da União (OGU), indicados pelo deputado federal e relator do orçamento no período, Ricardo Teobaldo (Podemos). Ainda segundo o portal de Acompanhamento de Operações, do valor programado pela União foram liberados R$ 292.712,00.

A vigência do contrato termina no dia 22 de dezembro deste ano. O terreno, que fica no Loteamento Santo Antônio, chegou a ser isolado para o início dos trabalhos. Atualmente, o cenário é de abandono. A última medição da obra foi feita há mais de um ano: 04 de junho de 2019. Em resposta ao contato do Blog do Agreste, o prefeito João Luís (PSB) disse que a empresa vencedora da licitação (2017) solicitou o encerramento do contrato em decorrência de atrasos na liberação do pagamento por parte do Governo Federal (2018 e 2019), o qual é feito por medição.

João afirmou ainda que o valor referente ao serviço inicialmente executado pela empresa foi liberado e pago. Alguns atrasos chegaram a sete meses. O prefeito também revelou que a construtora não pretende mais dar continuidade. Com o encerramento do contrato, a Prefeitura de Limoeiro fará nova licitação com realinhamento de preço para que uma nova empresa execute a obra.

Blog do Agreste

Postar um comentário

0 Comentários