Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Em Limoeiro, PT e DEM "trocaram de lugar"



Na composição de alianças para as eleições municipais em Limoeiro, pelo menos dois partidos "trocaram de lado" para o pleito deste ano. O PT, que sempre apoiou as candidaturas do grupo do deputado federal Ricardo Teobaldo (Podemos), deverá estar esse ano no palanque do atual prefeito Joãozinho (PSB). Já o DEM, que sempre apoiou candidaturas opostas às de Ricardo e seu grupo, estará nesse ano com Orlando Jorge (Podemos), o candidato apoiado por Teobaldo.

O PT, desde as eleições de 2000, marchava com Ricardo. Em 2004, chegou a ter um vice na chapa de Ricardo, o professor e ex-vereador Fernando Melo. Nas eleições de 2008, nem mesmo a filiação de Ricardo ao PSDB - partido que polarizava a política nacional contra o PT na época - impediu que ele tivesse apoio dos petistas. Nas duas eleições seguintes, o PT apoiou Ricardo Teobaldo em 2012 e Thiago Cavalcanti em 2016.

Esse ano, ao que tudo indica, pelo menos oficialmente, o PT marchará com Joãozinho. O senador Humberto Costa (PT) tem pregado as alianças entre PT e PSB, e a legenda liderada nacionalmente pelo ex-presidente Lula está sendo comandada em Limoeiro por Cristiane Barbosa, secretária de Desenvolvimento Social. Mas como costuma acontecer nessa legenda, há uma grande divisão. Isso porque alguns defendem alinhamento com Orlando e outros defendem candidatura própria. Ironicamente, em 1996, o PT teve na eleição o próprio Fernando Melo como candidato a vice de Orlando Jorge, que disputou a eleição daquele ano pelo...PSB!

Já o DEM, quando se chamava PFL sempre marchou com candidaturas contrárias ao teobaldismo. Nas eleições de 2000, apoiou Luís Heráclio, e nas de 2004, marchou com Luiz Raimundo, tendo na época a vice com Virgínia Aquino.

Em 2008, o partido, já rebatizado de DEM (Democratas), apoiou o Dr. José Higino. Já em 2012 e 2016, o DEM marchou com Joãozinho. Para este ano, a aproximação do DEM com o grupo de Ricardo tornou-se praticamente algo inevitável, já que em Paudalho, o prefeito Marcelo Gouveia (PSD) tem seu irmão Gustavo Gouveia como um grande nome do DEM. Vale ressaltar que Marcelo Gouveia declarou apoio a Orlando, que participou da administração de Marcelo.

Claro que até as convenções, algo pode mudar. Mas pelo andar da carruagem, ao que tudo indica, veremos o PT e o DEM em palanques "trocados", em grupos opostos aos que apoiavam desde 2000.

Notícias Net Limoeiro

Postar um comentário

0 Comentários