Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Jiló: conheça os benefícios e aprenda 6 receitas que vão te conquistar



"Ame ou odeie", geralmente é esse o lema do jiló, um ingrediente que faz parte das raízes brasileiras. Por aqui, os maiores produtores são os estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo, mas o alimento foi trazido da África no século 17, desembarcando, primeiro, em Pernambuco. A fonte para tanta polêmica é a personalidade forte do fruto, que conta com um sabor amargo. Mas, antes de torcer o nariz, que tal experimentá-lo?


Tudo depende de como se manuseia o ingrediente. "Para evitar o sabor amargo, é indicado polvilhar sal no jiló, envolvê-lo com papel toalha e conservá-lo em local fresco. Depois de 20 a 40 minutos, lave-o e está pronto. É possível comer a fruta crua na salada, cozida ou até frita. Outra dica é cozinhar com alho, sal e limão por 30 a 40 minutos", sugere Bruno Takatsu, nutrólogo da Horaios Estética. Entre essas e outras dicas, uma estratégia muito comum para aliviar o amargor é deixá-lo de molho na água gelada com sal e limão por 20 minutos.

Os benefícios? São suficientes para convencer a adicioná-lo na dieta. Rico em fibras, o fruto é aliado do bom funcionamento do intestino. "Alguns estudos mostram que o jiló poderia ser utilizado como coadjuvante para o tratamento de emagrecimento, devido às fibras solúveis", aponta o médico.

Dentre as vitaminas, estão a A, B e C. "O cuidado é na preparação, pois, durante o cozimento, é possível perder a vitamina C", alerta Bruno. "Uma boa dica para melhor aproveitamento dos nutrientes é cozinhar o jiló no vapor ou em pouca água, em baixa temperatura. Para evitar a perda de propriedades, o ideal é consumi-lo com casca", completa Esthela Oliveira, nutróloga especialista em medicina integrativa da Clínica Conde.

Casa e Jardim

https://revistacasaejardim.globo.com/Casa-e-Comida/Receitas/Ingredientes/noticia/2020/03/jilo-conheca-os-beneficios-e-aprenda-receitas-para-conquistar.html

Postar um comentário

0 Comentários