Propaganda

Últimas Notícias

Por falta de pagamento, Celpe corta energia do Mercado Público de Limoeiro



Por falta de pagamento, a Companhia Energética de Pernambuco (CELPE) suspendeu nesta sexta (01) o fornecimento de energia do Mercado Público de Limoeiro (Mercado de Farinha). O prédio abriga dezenas de boxes comerciais no centro da cidade. Diversos segmentos são comercializados no espaço, com destaque para o maior número de bares presentes em dois dos três corredores. Após o “corte da energia”, muitos comentários negativos começaram a circular nas ruas e redes sociais. Mensagens também foram encaminhadas a reportagem do blog – relatando o ocorrido.

Apesar de ser um prédio público, segundo a prefeitura de Limoeiro, a responsabilidade do pagamento das faturas é do Comitê Gestor do Mercado Público e Pátio da Feira de Limoeiro (CEMEP), conforme as Leis Municipais 2141, 2142 e 2143, todas de 2003. De acordo com informações coletadas pela reportagem do blog, existem duas faturas em aberto, que somam aproximadamente R$ 5.800. Em nota (abaixo), a prefeitura informou que pediu ao CEMEP que tome medidas para o reestabelecimento do fornecimento da energia.

A Prefeitura de Limoeiro, através da Secretaria de Administração, Trânsito e Segurança Cidadã, informa que a suspensão de energia elétrica feita pela Celpe (Grupo Iberdrola) nas dependências do Mercado Público Municipal, por falta de pagamento, não é de responsabilidade da gestão municipal. Reiteramos que o compromisso de manter o fornecimento de energia em dia é do Comitê Gestor do Mercado Público e Pátio da Feira de Limoeiro- CEMEP, conforme as Leis Municipais nº 2141/2003, 2142/2003 e 2143/2003. Apesar disso, a prefeitura já solicitou do CEMEP que tome as medidas necessárias para que seja restabelecido o fornecimento de energia no local, a fim de não causar prejuízos aos munícipes.


Nenhum representante do CEMEP foi localizado pela nossa reportagem para falar sobre o assunto. Mas o diretor da feira livre, Nildo Freitas, disse que manteve contato com a coordenação do Mercado, obtendo a informação de que o dinheiro está sendo recolhido e que, aproximadamente, 20 comerciantes ainda faltam pagar. Um comerciante afirmou que “o valor é recolhido box a box mensalmente”, mas que muitos não cumprem com o rateio da conta de energia e os atrasos tem sido constantes. O mesmo comerciante também revelou que não existe medidor individual, o que acaba gerando conflitos, já que muitos alegam que pagam igual ou mais do que outros que consomem mais energia.

Blog do Agreste

http://blogdoagreste.blogspot.com/2019/02/por-falta-de-pagamento-celpe-corta.html

Nenhum comentário

Para comentar neste Blog você deve ter consciência de seus atos, pois tudo que aqui é postado fica registrado em nossos registros. Tenha em mente que seu respeito começa quando você respeita o próximo. Lembre-se que ao entrar aqui você estará em um ambiente bem descontraído e por isso contribua para que ele sempre fique assim. Não esqueça que os comentários são moderados e só iram ao ar depois de uma analise e se passarem por ela iremos publicar, caso não ele será deletado. Para os novos comentários via Disqus ou Facebook a moderação não se faz necesária, já que o nome do usuário fica salvo nos comentários.
Obrigado pela visita e volte sempre.