Últimas Notícias

Limoeiro recebe programação alusiva as comemorações do Dia Internacional da Africa



Dia 25 de maio é exaltado como mais um dia de conquista e reflexão ao povo negro. É comemorado o Dia da África ou Dia de Libertação da África. A data refere-se ao dia em que 32 chefes de estado africanos reuniram-se em Addis Abeba, Etiópia, no dia 25 de maio de 1963. Encontro que teve como objetivo, defender e emancipar o continente africano, libertando-o do colonialismo e do apartheid. Os líderes presentes com o objetivo de tirar a África das mãos do domínio Europeu, assinaram uma carta de fundação e criaram a OUA (Organização de Unidade Africana). A divisão da África entre os europeus foi definida pela Conferência de Berlim, entre os anos de 1884 e 1885, e dava aos europeus o direito às riquezas humanas e naturais do continente.

A Organização das Nações Unidas (ONU), ao ver a importância desse encontro, instituiu em 1972 o Dia da África. O dia também representa também um profundo significado da memória coletiva dos povos do continente e a demonstração de objetivo comum de unidade e solidariedade dos africanos na luta pelo desenvolvimento econômico do continente. O Dia da África é celebrado em diversos países ao redor do mundo. No Brasil esse dia serve pra promover o reconhecimento da importância da interseção da história e da cultura africana com a história brasileira e mais uma oportunidade para organizar festividades culturais como, exposições, filmes, debates e conferências sobre questões importantes para o povo negro, isto posto, A Gerencia de Educação (GRE) do Vale do Capibaribe em parceria com Galpão as Artes, Lionarte, Secrecretaria de Educação de Limoeiro, Loja Vigalu, Walter Confecções e a Plataforma Itinerante vem apresentar esta proposta de comemoração do dia da África, Mãe ancestral! Em suaíli, uma das línguas mais faladas do continente, Afrika, Mama wa baba!

A presença africana foi decisiva ao desenvolvimento de nossa região, vindos de várias etnias como mão de obra escrava, mas cheios de sabedorias e memoria ancestralica, aqui forjou a continuação de seu universo cosmológico, atualmente existem seis(6) comunidades remanescentes de Quilombos, são elas: Cacimbinha, Chã de Lira, Riacho da pedra, Chã de Negros, Cachoeira dos Pretos e Brejinho, e nos Centros Urbanos existem um grande número de Espaços de Matriz Africana e sobre tudo muitos fazeres e saberes muitas vezes não identificados como herança africana, que permanecem num silencio por conta dos vários séculos de racismo, repressão cultural, racismo institucional e intolerâncias.

Nossos OBJETIVOS

Levar a todos os participantes a refletir sobre a herança africana herdada na região do vale do Capibaribe, bem como os saberes e fazeres herdados.

* Fomentar uma reflexão sobre nossa identidade étnica

* Conhecer melhor o continente africano

* Entender o modo de ser africano

* Reconhecer as Tradições afro-brasileiras

* Combater o racismo e a intolerância religiosa

PROGRAMAÇÃO PARA AS COMEMORAÇÕES DO DIA INTERNACIONAL DA AFRIKA.

Local: GRE Vale do Capibaribe, Galpão das Artes, LIONARTE, Loja VIGALU, Walter Confecções e Espaço Plataforma Itinerante.

- CINE CLUB ITINERANTE - 21 A 24 DE MAIO

Seções de cinema nas comunidades sempre as 19h

1- Comunidade Cacimbinhas – segunda

2- Chã dos Liras – Terça

3- Riacho de pedras – quarta

4- Brejinho – quinta

5- Chã de Negros - sexta

Professor responsável: Junior Correia

Facilitadores: Edson Axé, Alexandre Dias, Junior Correia, Nivea Santana.

OFICINAS DESCENTRALIZADAS DE 21 A 25, 28,29 E 30 (CULMINÂNCIA)

Locais: Plataforma Itinerante, LIONARTE e Galpão das Artes

1. Cantos Étnicos Africanos com Luciene Ciciliane

Profissional da área de música e produção musical, vem desenvolvendo atividades na área de musicalidade africana e estudos da língua ioruba., trabalha técnica vocal e cantos populares iorubanos e Bantu.

Local: Galpão das Artes

Vagas: Duas turmas de 20 (manhã e tarde)

Horário: 14 as 17h

2. Dança Afro Joana D’Arc Santana.

Com a proposta de desenvolver nos adolescentes e jovens um olhar crítico através dos movimentos da dança africana, valorizando suas identidades e reconhecendo suas raízes culturais

Local: Plataforma Itinerante

Vagas: Duas turmas de 20 (manhã e tarde)

Horário: 14 as 17h

3. Introdução a Percussão Afro brasileira com Dário Júnior.

Com a proposta de conhecer, entender e aprender o universo percussivo Afro-brasileiro.

Local: Espaço LIONARTE

Vagas: 20

Horário: 14 às 17h

Quinta –feira 24 de maio

Tarde 14 às 17h –

* Roda de diálogos I: A Cultura de paz no combate as violações de Direitos humanos com Dra. Giovanna Pessoa de Melo, coordenadora do Programa PEA-UNESCO.

* Roda de Diálogos II: Um inovador Aplicativo de Denúncias como aliado ao combate as práticas de Omissão com Prof. Mestrando em Educação, Esp. em Direitos Humanos Cleydson Furgão e Paulo Pio, Gestor de Tecnologia da Informação, sócio fundador da ROADSMAPS Tecnologia da Informação.

SEXTA-FEIRA 25 DE MAIO

Manhã 09 às 12h – I Encontro de Remanescente de Quilombos do Vale do Capibaribe com a temática: Perspectivas de uma Educação para a Identidade Afro descendente.

Facilitador I: Prof. Alexandre Dias –Pedagogo, Coordenador da Afro Educação

Facilitador II: Antônio Crioulo, Coordenação Estadual das Comunidades Quilombolas, Gerencia de Políticas Públicas de Povos Tradicionais – SDSCJ

Facilitador III: Uenes Barbosa, Historiador, Mestre em Patrimônio Imaterial, História ambiental.

Tarde 14 ás 17h

Roda de Diálogos I: Sobre o pensamento e modo africano de ser e Lançamento de Livro Valeria Costa - Doutora em História -UFBA e Amadou Toure – Líder da comunidade Senegalesa do Nordeste.

Roda de Diálogos II: Sobre a Estética africana, afro-brasileira, cuidados e empoderamento da Mulher Negra, com Irani Santana – Pedagoga, Esteticista Afro, Especialista em História da África e Afro-brasileira, ativista da estética afro e Rose Santos, Bióloga Sanitarista, pós graduada em Saúde Pública, atualmente Coordenadora da População Negra do Recife.

17h00 Apresentação do Maracatu Odara da Comunidade Quilombola de Brejinho, alunos da Escola Heliodoro Gonçalves de Arruda – Prefeitura de João Alfredo.

SEGUNDA-FEIRA 28 DE MAIO

Manhã 09 às 12h – I Encontro de Alunos Brincantes, mantenedores das tradições de Bois, Ursos e Cocos com a temática:

Organização como estratégicas de manutenção da cultura.

* Facilitador I: Dário Junior, Brincante, Carnavalesco, Pedagogo, Educador Social, fundador do Afoxé Omo Nilé Ogun Já.

Tarde 14 ás 17h –


* Roda de Diálogo I Conhecendo a África pelo africano, Prof, Ms Doutorando Fernando Sabonete de Angola.

Nenhum comentário

Para comentar neste Blog você deve ter consciência de seus atos, pois tudo que aqui é postado fica registrado em nossos registros. Tenha em mente que seu respeito começa quando você respeita o próximo. Lembre-se que ao entrar aqui você estará em um ambiente bem descontraído e por isso contribua para que ele sempre fique assim. Não esqueça que os comentários são moderados e só iram ao ar depois de uma analise e se passarem por ela iremos publicar, caso não ele será deletado. Para os novos comentários via Disqus ou Facebook a moderação não se faz necesária, já que o nome do usuário fica salvo nos comentários.
Obrigado pela visita e volte sempre.