Propaganda

Últimas Notícias

23 de abril é o dia da Lei da Pureza Alemã da cerveja. Mas o que é isso?

Foi no dia 23 de abril de 1516, que a Reinheitsgebot foi aprovada em Ingolstadt, na Região da Bavária. Esse nome difícil de escrever e pronunciar nada mais é que a norma que estabelece que uma boa cerveja deve conter apenas água, cevada, lúpulo e levedura, ou seja, a tão conhecida Lei da Pureza Alemã.

Apesar de alguns críticos considerarem a Reinheitsgebot como um limitador de variedade do produto, a Associação de Cervejeiros Alemães considera que os quatro ingredientes permitem uma ampla gama de variedades e, em uma documentação preparada para o aniversário de 500 anos, lembra que só na Alemanha os apaixonados por cervejas podem provar um tipo diferente durante 15 anos.

Essa variedade também pode ser encontrada em Pernambuco, onde em pouco mais de dois anos surgiram várias cervejarias artesanais que seguem a Lei da Pureza Alemã, como a DeBron Bier, dos sócios Thomé Calmon, Eduardo Farias e Raimundo Dantas. “A Reinheitsgebot é importante porque significa que se descarta o uso de sabores artificiais, enzimas e conservantes, como acontece em algumas produções de grande escala da indústria cervejeira”, explica Eduardo Farias. A DeBron produz cinco tipos de cerveja que seguem a risca a Lei da Pureza Alemã: a Lager, Pale Ale, Weizen, Vienna e IPA.



Os estilos são definidos de acordo com fatores como ingredientes, cor, sabor, grau de torrefação, produção, receita, origem, entre outros. São tantas peculiaridades, que existe uma espécie de tabela periódica da cerveja artesanal. As mais comuns são as lagers, que tem como tipo mais conhecido a Pilsen, e são responsáveis por mais de 99% das vendas no Brasil. Atualmente, se conhece mais de 100 tipos, chegando a ter mais variedade de bebidas como o vinho, por exemplo.

Benefícios para a saúde - A bebida alcoólica mais consumida no mundo pode ser também uma das mais saudáveis, de acordo com pesquisas realizadas pelas universidades de Harvard, nos Estados Unidos, e outras instituições espalhadas pela Finlândia, Espanha, Reino Unido, e Grécia. Entre os benefícios, estão a redução do risco de ataque cardíaco e pedra dos rins, aumento do bom colesterol, e prevenção à osteoporose e diabetes. Na lista, entram ainda vantagens como o combate à insônia e ansiedade, o melhoramento da circulação e digestão, e redução do risco de Alzheimer. Entretanto, nem toda cerveja é benéfica.

Uma grande quantidade das bebidas produzidas industrialmente conta com um alto teor de aditivos químicos que fazem mal à saúde. Para o empresário Thomé Calmon, um dos sócios a frente da DeBron Bier, a forma como a bebida é fabricada é essencial para a conquista desses benefícios. "As cervejas produzidas seguindo a lei de pureza alemã, utiliza apenas água, malte, lúpulo e levedura em sua fabricação. Por isso, além das vantagens já conhecidas, elas não provocam a sensação de estufamento nem ocasionam a famosa e temida ressaca", explica o empresário.

Nenhum comentário

Para comentar neste Blog você deve ter consciência de seus atos, pois tudo que aqui é postado fica registrado em nossos registros. Tenha em mente que seu respeito começa quando você respeita o próximo. Lembre-se que ao entrar aqui você estará em um ambiente bem descontraído e por isso contribua para que ele sempre fique assim. Não esqueça que os comentários são moderados e só iram ao ar depois de uma analise e se passarem por ela iremos publicar, caso não ele será deletado. Para os novos comentários via Disqus ou Facebook a moderação não se faz necesária, já que o nome do usuário fica salvo nos comentários.
Obrigado pela visita e volte sempre.