segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Os atrativos e as polêmicas da educação domiciliar


As três crianças acordam às 7h, tomam café da manhã e preparam seu material escolar. Mas, em vez de irem para escola, sentam-se à mesa da sala. Enquanto um estuda português, o outro pode estar fazendo lições de matemática, sob a supervisão da mãe ou do pai caso as lições sejam difíceis. Fazem orações e, eventualmente, todos se reúnem para assistir a um documentário ou ir ao museu. À tarde, frequentam aulas de balé, violão ou esportes. A família, de São Carlos do Paraná (PR), pratica a educação domiciliar plenamente há um ano.

Assim como em outras estimadas milhares de famílias brasileiras, a mudança ocorreu quando os pais acharam que os filhos não se adaptavam bem à escola tradicional. "O mais velho não conseguia aprender matemática e chegava em casa chorando", conta à BBC Brasil a pedagoga Iliani da Silva Vieira, de 37 anos, mãe de três filhos em idade escolar - de 15, 13 e seis anos - e de mais duas crianças, de 3 e 1 ano. "Minha filha do meio também reclamava de dores de cabeça por causa do barulho da escola. Tinha dificuldade em se concentrar." Iliani e o marido decidiram educar as crianças em casa em tempo integral depois de o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso acatar, em dezembro de 2016, um recurso extraordinário sobre o tema e determinar que fossem suspensos todos os processos judiciais relacionados à educação domiciliar até que a corte tome uma decisão final a respeito, algo que ainda não tem prazo para acontecer.

Na visão de Iliani e de outros pais, a decisão de Barroso deu às famílias segurança, mesmo que temporariamente, para aderir ao homeschooling. Apesar disso, Iliani foi surpreendida, nas últimas semanas, com uma denúncia do Ministério Público local e uma decisão da Justiça do Paraná obrigando-a a rematricular os filhos na escola, sob pena de perder a guarda deles. A família recorre e contesta a medida judicial, argumentando que ela fere a suspensão determinada pelo Supremo.

Esse modelo vive, segundo especialistas, um grande "limbo" no Brasil: não há leis específicas nem proibindo nem regulando a educação domiciliar. Na visão do Ministério da Educação e de diversos juízes, porém, deixar de matricular crianças na escola fere o Estatuto da Criança e Adolescente, a Lei de Diretrizes e Bases e a própria Constituição, configurando abandono intelectual. Além disso, críticos afirmam que, sem frequentar um colégio, as crianças são privadas da diversidade - e, sobretudo, da tutela do Estado.

App MSN
https://a.msn.com/r/2/BBIJF5P?m=pt-br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar


Siga-nos por E-mail

Blog afiliado AblogPE



Este blog é afiliado a AblogPE

Este Blog é livre de CO²

ecologicamente correto

Tradutor

EnglishFrenchGermanSpainItalianDutch
RussianPortugueseJapaneseKoreanArabicChinese Simplified

Campanha LBV

Eu ajudo a mudar!

Nosso QR Código


Baixe um aplicativo de leitor QR Code e aponte seu celular nesta imagem para levar o COISAS DA VIDA sempre com você

Nosso Picasa

Noticias de Limoeiro e Região

Seguidores

Seguir nas Redes Siciais

Total de visualizações de página

Page Rank

PageRank


Arquivos do Blog

Anuncie Aqui

Oficina do Gordo da Bicicleta!
-----------------------------------------
Galpão das Artes
-----------------------------------------
Evolution Net!
-----------------------------------------
Horta Fruta
-----------------------------------------
Queiroz e Silva Consultoria Contável
-----------------------------------------
Anuncie Aqui!
-----------------------------------------
Anuncie Aqui!
-----------------------------------------
Anuncie Aqui!
-----------------------------------------
Anuncie Aqui!
-----------------------------------------
Anuncie Aqui!
-----------------------------------------
Anuncie Aqui!
-----------------------------------------
Anuncie Aqui!
-----------------------------------------
Anuncie Aqui!
-----------------------------------------
Anuncie Aqui!
-----------------------------------------
Anuncie Aqui!
-----------------------------------------
Anuncie Aqui!
-----------------------------------------
Anuncie Aqui!
-----------------------------------------
Anuncie Aqui!
-----------------------------------------
Anuncie Aqui!
-----------------------------------------
Anuncie Aqui!
-----------------------------------------
Anuncie Aqui!
-----------------------------------------
Anuncie Aqui!

Postagens populares

Classificação recomendada

 Classificação indicativa 14 anos
Este Blog tem a classificação etária de 14 anos por conter em seu conteúdo alguma informação impropria para menores de 14. Nossa equipe não se responsabiliza por eventuais uso das noticias aqui veiculadas pelos menores.

Teste sua conexão

Que tal testar sua conexão de internet? Será que estão lhe oferecendo mesmo o pacote contratado? Faça o teste e descubra o resultado