Últimas Notícias

Descaso da CELPE com Limoeiro continua

Imagem ilustrativa via Google



Na noite desta sexta-feira (02), uma queda de energia, por volta da 19h, deixou parte de Limoeiro às escuras. A região da Cohab Nova e Cohab Velha, parte do José Fernandes Salsa, e toda a parte sul ficou ás escuras. Um morador da Cohab Nova ligou para a prontidão da CELPE, e eram 20h quando a ligação dizia que já tinha um carro da companhia na Subestação. Acontece que a energia só foi restabelecida após às 23h, o que faz refletir sobre o descaso da CELPE com nossa cidade. Essa não é a primeira vez que acontece isso. Há mais ou menos dois meses, um blecaute deixou toda a área sul de Limoeiro às escuras, entre 21h e 1h da manhã do dia seguinte. Essa semana, a energia chegou a cair no centro da cidade, por volta de meia hora. 

 A CELPE, cuja regional nossa é de Carpina, não vem tratando bem o nosso município. Os limoeirenses pagam suas contas em dia, e parece que não há um retorno, e sim, um mau tratamento. Não seria hora de pensar na possibilidade da CELPE ter uma regional em Limoeiro? Se não quer fazer o trabalho direito, simplesmente, "tira o time de campo" e deixa para outro fazer. A verdade é que se depender da CELPE, os limoeirenses têm que ter em suas casas velas, caixas de fósforos, espiral sentinela (contra pernilongos, já que o ventilador não funciona sem energia), lanternas...

Nenhum comentário

Para comentar neste Blog você deve ter consciência de seus atos, pois tudo que aqui é postado fica registrado em nossos registros. Tenha em mente que seu respeito começa quando você respeita o próximo. Lembre-se que ao entrar aqui você estará em um ambiente bem descontraído e por isso contribua para que ele sempre fique assim. Não esqueça que os comentários são moderados e só iram ao ar depois de uma analise e se passarem por ela iremos publicar, caso não ele será deletado. Para os novos comentários via Disqus ou Facebook a moderação não se faz necesária, já que o nome do usuário fica salvo nos comentários.
Obrigado pela visita e volte sempre.