Propaganda

Últimas Notícias

O confeito nosso de cada festa sobrevive as gerações

Foto Rede Social



Uma das tradições das festas do interior sobrevive graça as pessoas que não deixam a tradição acabar. O gostoso e apreciado confeito de castanha e muito açúcar faz muita gente voltar ao passado remoto de outras festas de São Sebastião onde após a procissão era de lei trazer para casa aquele confeito embalado com papeis de diversas cores e muitas marcas. O glamoroso da festa era aquele confeito rodeado de outros mine confeitos que em pleno século XXI resiste ao tempo e vai de geração em geração. Algumas pessoas já se mudaram de Limoeiro, mas não esquecem dos confeitos que fizeram parte de sua infância. Os produtores artesanais ainda montam seus tabuleiros na esquina da Matriz, mas em outrora eles costumavam a colocar mesmo era no pátio da feira, pois perto dos parques aguçava o paladar das criançadas que em pranto clamavam por esta gostosura.

Vamos convir, os adultos podem até fazer cara feia para comprar, mas no fim das contas todos apreciam a iguaria que faz sucesso nas festas do interior. Como não lembra do balanço feito em madeira e balançado a base do empurrão que sempre tinha perto de si aquele tabuleiro repleto de confeitos de diversos tamanhos para caber em diversas condições sociais. Como todos sabem Limoeiro ainda é o responsável pela produção da maior parte dos confeitos consumido nas festas religiosas mais tradicionais do nordeste brasileiro. O doce que parece ser aparentemente muito simples, tem de passar por um complicado processo de elaboração que une a tradição e a tecnologia, regada a timidez e a tranquilidade dos fabricares que geralmente são também os vendedores.


3 comentários:

  1. Nossa, Márcio! Adoro quando você posta reportagens desse tipo. Deu água na boca agora e uma certa nostalgia. Pena que é uma tradição que está se acabando.

    ResponderExcluir
  2. Pois é amiga, também gosto destes confeitos e eles me remetem a uma infância muito gostosa.

    ResponderExcluir
  3. Meus pais são de Limoeiro e já visitei muito essa linda cidade e amo os conceitos ... hj tenho 33 anos e moro em MG.. gostaria muito de receber a receita desse delicioso doce .. Gisele.pinpy@gmail.Com

    ResponderExcluir

Para comentar neste Blog você deve ter consciência de seus atos, pois tudo que aqui é postado fica registrado em nossos registros. Tenha em mente que seu respeito começa quando você respeita o próximo. Lembre-se que ao entrar aqui você estará em um ambiente bem descontraído e por isso contribua para que ele sempre fique assim. Não esqueça que os comentários são moderados e só iram ao ar depois de uma analise e se passarem por ela iremos publicar, caso não ele será deletado. Para os novos comentários via Disqus ou Facebook a moderação não se faz necesária, já que o nome do usuário fica salvo nos comentários.
Obrigado pela visita e volte sempre.