Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Foxconn será responsável pela fabricação de novos celulares NokiaConceito internet

Conceito internet


Nokia ainda não está pronta para jogar a toalha no mercado de telefonia móvel. Embora esteja proibida pelo acordo com a Microsoft de usar sua própria marca em celulares até o final deste ano, a companhia sediada na Finlândia deve reestrear no segmento de celulares assim que tal limitação acabar. Mas para isso se tornar realidade, a ex-gigante da tecnologia portátil deve buscar sócias com a devida infraestrutura para fabricar um modelo com excelência. Ao que tudo indica, quem herdará essa grande responsabilidade será a Foxconn, famosa pela produção em massa e montagem de iPhones. Ainda neste mês de junho, noticiamos a busca da Nokia por 'parceiras adequadas' antes de retornar à categoria de smartphones, então a sugestão de um acordo com a Foxconn para a manufatura de um aparelho em 2016 segue uma linha do tempo condizente com os fatos disponíveis no presente momento. Aparentemente, a emprese, que se tornou famosa pelos seus produtos resistentes, quer dar continuidade ao seu título de 'inquebrável', portanto encontrar instalações industriais que prometem a fabricação de estruturas de alta durabilidade é crucial na preparação para o próximo ano. 

Foxconn trabalha tanto com humanos quanto com robôs em seus galpões espalhados ao redor do globo, incluindo vastamente o território asiático e até um estabelecimento no Brasil. Sediada em Taiwan, a fabricante é dona de um dos contratos mais rentáveis com a Apple, levando em conta a gigantesca quantidade de iPhones que é vendida mundo afora, lucrando junto à Maçã por cada unidade vendida do smartphone. Isso dá certa segurança para a Nokia, que mesmo sem infraestrutura própria ainda mantém o prestígio adquirido ao redor de seus 150 anos de existência. O sistema operacional do celular que está para chegar com a marca Nokia ainda não foi confirmado, mas há grandes chances do Windows 10 Mobile estar fora de cogitação. Portanto, resta o Android com opção mais provável de adoção por parte da ex-gigante finlandesa. Como o contrato feito após ser adquirida pela Microsoft impede apenas de lançar uma novidade, Nokia pode planejar à vontade seu próximo smartphone, então é comum a existência de rumores e especulações acerca do assunto. Os reais planos da companhia, entretanto, serão divulgados somente em 2016. Vamos aguardar ansiosamente pelo retorno da histórica empresa ao segmento de telefonia móvel.

Postar um comentário

0 Comentários