Propaganda

Últimas Notícias

A domingueira do LBC

J. Oliveira, Bartolomeu, Augusto, Pollinne, Jair, Márcio e J.Wilker

Mais um domingão na área e o LBC a posto para mais uma trilha de alegria e saúde. Nosso destino dessa vez foi a Serra de Salobro com passagem por Passira. Começamos a trilha de 5h: 30m em Frente ao Hiper Juá com muita vontade de ar... Boas gargalhadas e pedaladas forte já que semana passada não teve por conta do dia dos pais. Asfalto, terra batida, cheirinho de grama molhado, ar puro, ladeiras e muita subida regada a adrenalina e paisagem rurais. Com esta misturada toda não faltou animação por parte dos membros. Um grupo mais a frente, outro mais atrás e assim íamos pedalando rumo ao alto de Salobro para apreciar uma deliciosa cajuína. Entre uma subida e outra aquela descansada, afinal não somos de ferro e necessitamos de um repouso para podermos seguir adiante. 

Algumas ladeiras para subir nos deixavam quase sem fôlego, pois era ruim subir e as pedras no meio do caminho dificultavam a pedalada. Alguns bois pela estrada espiavam o comboio de ciclistas a passar e como a perguntar eles mostravam no olhar; O que será que eles estão fazendo por estas bandas? Paramos e tiramos fotografias dos bois de raça e depois seguimos rumo a Salobro. Lá no ponto mais alto bebemos a cajuína, brincamos para descontrair e saímos em seguida rumo a Passira.

Logo de cara a temida “descida da morte”; Uma ladeira cheia de armadilhas e buracos nos exigiu cautela e muito cuidado para não acabar dando com a cara no chão. Pollinne foi o que mais voou baixo e nesta sua voada acabou comendo mato e quase capotando, mas com sua experiência evitou o pior e se safou da queda ribanceira a abaixo. Muitos reduziram e colocaram os freios traseiros para trabalhar no limite, afinal é melhor sem freio do que sem vida. Logo abaixo da descida um ponto para descansar, pois o punho trabalha mais que o normal para poder segurar a bike na marra.

Depois desta ladeira as outras não tinham mais o poder de amedrontar e de lá para Dona Tonha era um pulo, afinal a “mardita” da ladeira deixou uma fome danada e só a comida da velha Tonha para repor as energias. Ao chegar a Poço do Pau tratamos logo de pedir aquele café da manhã reforçado e com direito a cuscuz, macaxeira, sarapatel, carne de porco e uma coca litrão bem geladinha. Enquanto comíamos apreciamos o ar frio de uma manhã chuvosa de domingo. Nossa volta foi bem tranquila e o cansaço foi nosso fiel escudeiro nos acompanhou até Limoeiro. 

 A trilha foi show de bola e de quebra ganhamos um candidato a vereador o “Wilker Pitoca” que fará muito pelo grupo. Esta foi mais uma edição do Diário de Bordo do LBC que voltará domingo que vem com mais uma super trilha do LBC. Agradecemos a todos que nos acompanharam por este longo texto e desejamos a todos uma ótima semana e até domingo.
Assista abaixo o vídeo do UFC LBC e o Pollinne Talk Show


Mensagem do dia: 

Tem amigo safado quem pode...
Autor desconhecido

2 comentários:

Para comentar neste Blog você deve ter consciência de seus atos, pois tudo que aqui é postado fica registrado em nossos registros. Tenha em mente que seu respeito começa quando você respeita o próximo. Lembre-se que ao entrar aqui você estará em um ambiente bem descontraído e por isso contribua para que ele sempre fique assim. Não esqueça que os comentários são moderados e só iram ao ar depois de uma analise e se passarem por ela iremos publicar, caso não ele será deletado. Para os novos comentários via Disqus ou Facebook a moderação não se faz necesária, já que o nome do usuário fica salvo nos comentários.
Obrigado pela visita e volte sempre.