Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Sesc promove programação cultural em Belo Jardim



Festival de Artes Lagoa do Capim acontece de 15 a 29 de setembro. Programação conta com apresentações de Teatro, Dança, Música e Literatura, em vários pontos da cidade
 
O Sesc Ler Belo Jardim promove, de 15 a 29 de setembro, o Festival de Artes Lagoa do Capim, com uma programação de Teatro, Dança, Música e Literatura e entrada gratuita. Tem ainda oficinas de Dança, com inscrições gratuitas, e de Teatro, com taxa de R$ 22 para trabalhadores do comércio e dependentes, com a Credencial Sesc em dia, e R$ 44 para o público geral. As atividades culturais acontecem em vários pontos da cidade: no Sesc, Espaço Chaminé, Espaço A Confraria, Espaço Conceição Moura, Faculdade de Belo Jardim e escolas do município. A programação completa pode ser conferida no site http://sescpe.org.br.  
 
A exposição “Orixás, Mestres e Folhas, do fotógrafo Hermes Costa Neto, fica em cartaz na Galeria de Artes do Sesc até o dia 15 de novembro, com visitação gratuita de segunda a sexta, das 9h às 13h e das 14h às 18h. Da sexta (16) à terça (20), tem a vivência artística “Mural das Marocas”, com a artista Nathê Ferreira, no Sesc, aberta ao público das 8h às 18h. As oficinas “Ori – Dança Afro”, com Renata Lima (Caruaru), e “A Poética Matriarcal dos Orixás”, com Agrinez Melo (Recife), vão da segunda (19) à sexta (23) (inscrições na Central de Relacionamento do Sesc). No sábado (24), tem os espetáculos “No Rastro do Encantado”, do Coletivo Poeira (Belo Jardim), e “Deslenhar”, do Coletivo Miçanga (Recife).
 
Ainda no sábado (24), os grupos de Teatro Coletivo Miçanga (Recife), Coletivo Poeira, Coletivo Maré, Coletivo Grão de Teatro do Sesc e o Interior Coletivo (todos de Belo Jardim), promovem uma grande vivência. E o Coletivo Miçanga apresenta o espetáculo “Deslenhar”, na comunidade quilombola do Barro Branco. No domingo (25), o grupo cultural “Boi da Gente” (Belo Jardim), promove um cortejo da Praça Padre Cicero à Rua Abílio de Barros. Tem ainda os recitais “Lado Negro”, com o Rapper Jurandex (Belo Jardim) e “Pela Poesia”, com os Virgulados (Belo Jardim). Encerrando o domingo, tem show com a cantora Gabi da Pele Preta (Caruaru).
 
A manhã e a tarde da segunda (26) são dedicadas à contação de história “Luanda Ruanda”, do Aldeia Tear (Garanhuns), nas escolas municipais Sebastião José e Antenor Vieira. Neste mesmo dia, o Coletivo Maré apresenta “Maré”, espetáculo de Teatro, no Sesc, com classificação indicativa 18 anos. O poeta Sebastião Gomes (Belo Jardim) leva seu “Contos e Causos” ao Café com Poesia, no Sesc, à tarde. Já à noite, a Curitiba Cia de Dança (PR) apresenta o espetáculo “Dançando Villas”, na Escola professor Donino. Na quarta (28), esta mesma companhia de dança realiza a Oficina de Dança Contemporânea para Crianças, no Sesc. É gratuita.
 
Ainda na quarta (28), o grupo Teatro de Retalhos (Arcoverde) apresenta, no Sesc, o espetáculo “Malassombros”, em duas sessões: às 10h e às 15h. Às 19h30, a biblioteca da Faculdade de Belo Jardim será palco para o espetáculo “Solo para um Sertão Blues”, inspirado no livro “Solo para Vilarejo”, da escritora Cida Pedrosa. Entrada gratuita. O encerramento do Festival de Artes Lagoa do Capim é na quinta (29), com o ensaio aberto do experimento pedagógico com os alunos do Curso de Iniciação em Teatro do Sesc, seguido da apresentação do espetáculo “De lá do Mar pra Cá”, do Coletivo Grão de Teatro, às 10h, na unidade.
 
À noite, duas atrações na Faculdade de Belo Jardim. A primeira, às 19h30, é o espetáculo “Esse Chover”, com Jacy Lima (Belo Jardim), no pátio da instituição. Em seguida, às 20h, o público se dirige à biblioteca onde será realizada a apresentação de dança “O Idioma das Árvores”, do Interior Coletivo (Belo Jardim), tudo gratuito e classificação livre.
 
“Promover uma programação tão intensa, com diversas linguagens artísticas e destacando a produção cultural da cidade, é algo que nos enche de orgulho e mostra, cada vez mais, que a cultura é de fato um instrumento transformador da sociedade”, enfatiza Juvêncio Amâncio Junior, professor de Artes do Sesc Ler Belo Jardim.
 
Sesc - Fundado em 1947 em Pernambuco, o Serviço Social do Comércio é uma instituição privada mantida pelos empresários do comércio de bens, serviços e turismo. Atuante na Região Metropolitana do Recife, Zona da Mata Norte, Zona da Mata Sul, Agreste e Sertão, oferece atividades gratuitas ou a preços populares nas áreas de Educação, Cultura, Lazer, Assistência e Saúde para comerciários e dependentes. As 23 unidades, incluindo os hotéis em Garanhuns e Triunfo, operam respeitando os protocolos de saúde e alinhadas aos órgãos públicos, e têm ações presenciais, virtuais ou híbridas. No campo digital, a instituição oferece o aplicativo Sesc-PE, facilitando acesso às atividades, renovação e habilitação do cartão, entre outras funcionalidades, e disponibiliza a plataforma Sesc Digital (https://cursos.sescpe.com.br/todos). Por ela, é possível conhecer o cronograma de cursos e realizar a inscrição de forma online e segura. Para acompanhar todas as informações sobre o Sesc, acesse www.sescpe.org.br. Além disso, os empresários do comércio de bens, serviços e turismo que possuem o Cartão do Empresário, da Fecomércio, podem adquirir produtos e serviços do Sesc em condições diferenciadas. Mais informações: www.cartaodoempresario.com.br.
 
Serviço: Festival de Artes Lagoa do Capim
Realização: Sesc Ler Belo Jardim
De 15 a 29 de setembro
Programação completa no site http://sescpe.org.br
Informações: (81) 3726.1576 ou (81) 99169-3242 (Whatsapp)

Postar um comentário

0 Comentários