Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Suape recebe porta-contêiner de maior comprimento de toda a sua história



A embarcação MSC New Haven, com 333,99 metros e capacidade para transportar até 8.643 TEUs, movimentou 388 contêineres em sua passagem pelo atracadouro pernambucano

 

O Porto de Suape recebeu um dos maiores navios que já aportaram em terras pernambucanas. Trata-se do MSC New Haven, embarcação de bandeira portuguesa que chegou ao atracadouro pernambucano para descarregar 391 contêineres no Tecon Suape. É o navio de maior comprimento já recebido por Suape, com 333,99 metros de comprimento. Tem também 42 metros de largura e capacidade de transportar até 8.463 TEUs (medida equivalente a um contêiner de 20 pés). Após a operação, na semana passada, seguiu com destino ao Porto de Salvador, na Bahia.

 

A chegada de gigantes como o MSC New Haven tornou-se uma realidade para Suape desde que, em dezembro de 2019, foi assinada a portaria nº 136/19, estabelecendo os parâmetros operacionais e requisitos para manobras de navios tipo porta-contêiner. A partir de então, Suape pôde receber embarcações com comprimento total entre 306 e 336,99 metros, e largura máxima entre 46 e 48,99 metros.

 

Em julho de 2020, por exemplo, um navio conteineiro da classe Sammax, com 330 metros de comprimento e capacidade para transportar até 12 mil TEUs, atracou no Cais 2 para realizar a operação no Tecon Suape.

 

Já em abril de 2021, a Capitania dos Portos de Pernambuco (CPPE) deu aval para o porto receber navios porta-contêineres da classe New Panamax, a de maior dimensão disponível na América Latina, que mede 366 metros de comprimento, 52 de largura e capacidade para cerca de 14 mil TEUs (portaria nº 037/2021). Apenas portos de classe mundial têm infraestrutura para receber esse tipo de embarcação, a maior que pode cruzar o Canal do Panamá por meio das novas eclusas.

 

“Com a capacidade de receber essas classes de navios, podemos ofertar ao mercado a possibilidade de incremento na movimentação de carga por embarcação e, com isso, maior ganho de escala para as companhias de navegação em suas operações. Além disso, Suape definitivamente se credencia a ser o hub port (porto concentrador de cargas) para as regiões Norte e Nordeste, além de contribuir sobremaneira com a capacidade logística do país, juntando-se aos portos do Sul/Sudeste como opção logística para as companhias de navegação que operam esses navios”, salienta o coordenador de operações portuárias, Felipe Fonseca.

 

Líder na movimentação de contêineres no Norte/Nordeste, o Porto de Suape bateu recorde em 2021 com 518.525 TEUs e 7,1% de crescimento em relação ao ano anterior. Até julho deste ano, movimentou um total de 232.619 TEUs.

Postar um comentário

0 Comentários