Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Livro exalta protagonismo dos brasileiros na conquista da independência do país



Lançamento traz olhar inédito sobre os 200 anos do grito do Ipiranga

No momento em que o Brasil se prepara para comemorar os 200 anos de sua independência, a Editora Cenário traz à tona um lançamento que é um verdadeiro deleite para os leitores apaixonados por história e pelo Brasil.

Origens da Independência - A História Narrada Sem Recortes (1777-1822) narra os 45 anos que antecederam o grito do Ipiranga na ordem cronológica dos acontecimentos. O livro, de autoria do escritor Sivaldo Venerando, traça um panorama completo sobre a influência do Iluminismo na Europa e nas Américas e o início da queda do absolutismo monárquico. Com leveza e fluência, a narrativa passeia pela Revolução Americana e Revolução Francesa, além das modificações causadas pela Revolução Industrial em torno do mundo de então. Mas se detém na ousadia e coragem dos brasileiros que, tendo estudado na Europa, sonharam com um país livre. É onde entra o período da formação intelectual e a atuação política de homens como Pe. João Ribeiro, Cruz Cabugá, Domingos Martins e outros que planejaram um novo sistema de governo, instauraram-se no poder e governaram em um país onde a monarquia começava a se estabelecer.

É bom lembrar que o início do século XIX trouxe inúmeras mudanças para o Brasil depois do Bloqueio Continental na Europa e posterior vinda da família real para o Rio de Janeiro. Houveram reformas administrativas, judiciárias e transformações urbanas e de costumes. Nesse contexto, o Rio de Janeiro, Recife e Salvador sofreram profundas mudanças devido ao fato de serem os grandes entrepostos comerciais. Destaque para a guerra comercial entre Portugal e Inglaterra pelo monopólio nas exportações. O embate era silencioso, mas fazia ruído nas lojas maçônicas.

A expansão territorial liderada por D. João e a formalização do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarve, chancelou essa política expansionista.

Ainda durante esse período o Brasil vivenciou uma experiência inédita: “Daqui Portugal passou a ser governado e nos tornamos sede da corte portuguesa que por tantos anos nos governou de lá”, explica o autor.

Também estava em curso a articulação para a queda do regime monárquico (ponto de destaque da narrativa). “Acontecimento até hoje sufocado ou contado em diminutas linhas, a Revolução Pernambucana de 1817 não só deu um choque na monarquia como anunciou ao mundo que o Brasil não era um país submisso; tínhamos garra e independência próprias. Os meios de comunicação, assim como os líderes mundiais, não tinham dúvidas de que a corte portuguesa iria regressar para Europa. Anunciava-se um país independente que afirmava-se com um povo livre, aguerrido e forte, com voz própria”, destaca Sivaldo Venerando.

Esse governo Republicano seria destituído, mas a vontade de lutar pela independência tornou-se ainda mais forte. Entre 1820 e 1822 houveram movimentos no Piauí, Bahia, Rio de Janeiro e novamente em Pernambuco. O desfecho foi a articulação de José Bonifácio pela permanência de Dom Pedro no Brasil, a fim de unificar as províncias. O ato de 7 de setembro de 1822 teria de ocorrer sob pena dos brasileiros ocuparem o poder.

Na narrativa entram personagens como Napoleão Bonaparte, D. João VI, Dom Pedro I, Carlota Joaquina,  Leopoldina, Arruda Câmara, Pedro Pedroso, José de Barros Lima, Antônio Carlos Ribeiro de Andrada, Domingos Teotônio, Frei Miguelinho e José Bonifácio.

Lançamento

O primeiro momento de autógrafos será dia 23/07 (sábado), a partir das 17h, na Loja Maçônica Frei Caneca, Rua da Matriz, 171, Centro, Limoeiro-PE.

Origens da Independência - A História Narrada Sem Recortes (1777-1822)

Autor: Sivaldo Venerando

Editora Cenário 2022

228 págs


Sinopse

O protagonismo dos legítimos heróis da Independência brasileira em uma narrativa sem recortes. Aqui evidencia-se não apenas como, mas porque a nossa separação de Portugal se consolidou. Neste enredo que completa 200 anos, destacam-se personagens incríveis e politizados descritos sob uma ótica inédita. A força dos brasileiros que lançaram as bases do novo país: miscigenado, destemido e livre, encontra seu apogeu nesta pesquisa histórica.




Foto: Jair Ferreira

Postar um comentário

0 Comentários