Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Galpão das Artes é eternizado em Livro da escritora Maria José de Barros



A noite desta quarta-feira, véspera de feriado, foi de um momento ímpar na vida dos que fazem o Centro de Criação Galpão das Artes. Nesta noite esplêndida foi lançado oficialmente o livro Galpão das Artes de Limoeiro para o mundo. Livro que conta a história deste "templo" da arte cênica. Maria José de Barros, outros da obra falou que nasceu mais um filho e este pelo visto foi muito desejado por todos. A escritora, Maria José, falou que foi desafiada pelo diretor do Galpão das Artes, Fábio André, a contar a história do Galpão das Artes e assim ela a fez com maestria. Antes de começar o evento de lançamento o público presente foi presenteado com o Show de Amanda, cantora Limoeirense de uma voz magnífica. A cantora foi acompanhada musicalmente por uma dupla de peso. 

Os maestros Ademir do Sax e Linaldo dos teclados foram os responsáveis pela parte harmonia e musical. Gonçalves Filho foi o mestre de cerimônia e falou um pouco do local citado na obra e da autora do livro. Quem veio prestigiar o evento de lançamento do livro pôde adquirir um exemplar do livro que imortalizou o Galpão pra sempre. No evento muitas presenças ilustres foram registradas e dentre elas destacamos o prefeito de Limoeiro, Orlando Jorge, o secretário de Educação de Limoeiro, Fernando Melo, a secretária de cultura de Limoeiro, Dolores Carmem,  a artista e vereadora Recifense Cida Pedrosa, familiares da autora, dentre outras figuras ilustres. Ao falar para os presentes, Fábio André, diretor do Galpão das Artes, agradeceu a vinda de cada um e falou da importância do Galpão para Limoeiro.

Está obra seria lançada em 2020, mas devido a pandemia teve de ser adiada para este ano de 2021. Em 2020 o Galpão celebrou seus 20 anos de pura cultura e para celebrar em grande estilo ganhou este presente maravilhoso que foi sua história retratada nas páginas do livro ,"Galpão de Limoeiro para o mundo". A autora em seu discurso agradeceu a presença de cada um e frisou do imenso prazer em ter escrito está obra. Com está homenagem imortal o Galpão agora figura no seleto grupo de entidades que tiveram sua história retratada nas páginas de um livro. Ao findar do evento foi servido um lanche aos presentes e a autora pôde tirar fotos com o público e autografar os exemplares que foram vendidos no Galpão das Artes..

Postar um comentário

0 Comentários