Ultimas Notícias

8/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Fundo Garantidor de Pernambuco irá democratizar ainda mais o acesso ao crédito



Instrumento será operacionalizado pela Agência de Empreendedorismo de Pernambuco (AGE), servindo como garantia complementar às operações de microcrédito 

Entre as dificuldades que precisam ser enfrentadas por um micro ou pequeno empreendedor para acessar uma linha de crédito está a ausência de garantias a serem ofertadas às instituições financeiras. Com o objetivo de proporcionar mais facilidade no processo, o Governo de Pernambuco enviou à Assembleia Legislativa um projeto de lei que institui o Fundo Garantidor de Pernambuco.  O fundo será operacionalizado pela Agência de Empreendedorismo de Pernambuco (AGE) e é destinado à garantia complementar da cobertura de riscos de operações para estímulo à concessão de financiamentos. Dessa forma, se constitui como um instrumento a mais nas ações de retomada e recuperação da economia, principalmente para as empresas afetadas pela redução das atividades em virtude das medidas restritivas à circulação, impostas pela pandemia da Covid-19. 

Outros Estados brasileiros possuem fundos garantidores, a exemplo de São Paulo, Espírito Santo e Sergipe. “Com o Fundo Garantidor de Pernambuco, pensado no âmbito das ações do Plano Retomada, estamos avançando mais, pois ele é uma forma de democratizar o acesso ao crédito, facilitando as condições para quem toma um financiamento”, explicou o governador Paulo Câmara. O diretor-presidente da AGE, Márcio Stefanni, ressalta que a criação do fundo permitirá alavancar operações da ordem de até R$ 100 milhões no Estado. “A geração de emprego e renda também será ampliada, com taxas de juros mais baixas em relação àquelas cobradas pelos bancos tradicionais. Assim como ocorre em outros fundos, a exemplo do Fampe, gerenciado pelo Sebrae, será cobrada uma pequena taxa para quem busca financiamento”, pontuou.  

Márcio Stefanni afirma que as condições de operação do Fundo Garantidor de Pernambuco também permitirão à AGE manter o foco nos pequenos negócios. Serão beneficiados microempreendedores individuais, microempresas, empresas de pequeno porte, inclusive em fase de implantação – desde que seja apresentado um plano de negócios – e até pequenos produtores e artesãos, de forma individual ou organizados em associações ou cooperativas. Desde o lançamento do Plano Retomada pelo Governo de Pernambuco, em agosto do ano passado, a AGE vem criando novos produtos financeiros, como o CredAGE Retomada, no valor de até R$ 100 mil, com três meses de carência, 33 meses de prazo de pagamento e juros de 0,99% ao mês para quem pagar em dia, além de ter melhorado as condições do Crédito Popular, cujo valor máximo foi elevado para R$ 5 mil, com dois meses de carência e 14 meses para pagar, com juros de 0,50% ao mês para os clientes adimplentes. 

Como acessar – Pessoas e empresas interessadas em obter um financiamento junto à AGE podem acessar o site www.age.pe.gov.br para conhecer todas as opções disponíveis, consultar as condições de cada linha e fazer o pré-cadastro. Dúvidas também podem ser tiradas pelo telefone/WhatsApp (81) 3183.7450. 

A AGE é uma instituição financeira de economia mista, integrante da administração indireta do Governo de Pernambuco, vinculada à Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação (Seteq).  Tem como missão promover e financiar o empreendedorismo, contribuindo para o desenvolvimento sustentável do Estado. 

Postar um comentário

0 Comentários